Polícia Civil atinge números expressivos na resolução de casos de violência contra a mulher e vulneráveis em Paraíso do Tocantins

Índices foram atingidos no período de um mês de atuação sob a direção do delegado José Lucas.
por Rogério de Oliveira
-
Quase 80 casos solucionados em apenas um mês - Foto: Polícia Civil do Tocantins - Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), divulgou nesta quarta-feira, 9, um balanço mensal das ações de investigações sobre crimes praticados contra mulheres e vulneráveis em Paraíso do Tocantins. Com base nos dados, a 6ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Vulneráveis de Paraíso, (6ª DEAM-V), alcançou um índice expressivo de resolução de casos durante o mês de maio deste ano. 

 

Durante todo o referido mês, a equipe que compõe a 6ª DEAM-V e que é comandada pelo delegado José Lucas Melo, foi responsável pela conclusão de 76 procedimentos investigativos. A autoridade policial destaca o empenho do efetivo não somente no atendimento da elevada demanda atual da unidade, mas também na finalização de investigações antigas. 

 

"A equipe compreendeu a importância da missão para atingir três objetivos principais entre eles aumentar o apoio dado às vítimas, pessoas em situação que requer especial proteção do Estado, com investigações eficazes e objetivas; aprimorar o acolhimento quando do atendimento aos envolvidos nos casos tratados pela delegacia e também promover respostas céleres e efetivas aos crimes ocorridos. Seja com a repressão da própria investigação, seja por medidas decorrentes de parcerias a realizar com os demais órgãos da rede de proteção”, explicou.

 

Dentre as mudanças já implementadas estão o fato das vítimas serem atendidas  diretamente pela delegacia especializada. Além da capacitação oferecida para equipe da DEAMV, na realização de escutas especializadas de menores vítimas e testemunhas. "Os crimes apurados pela DEAMV geralmente estão atrelados a temas sensíveis, como violência doméstica e familiar e crimes sexuais. O atendimento por servidores capacitados proporciona uma melhor condição àquela pessoa que procura ajuda e o resultado é uma investigação mais célere”

 

Atribuições

 

A DEAMV é a unidade policial que possui atribuição para investigar crimes de violência doméstica e/ou familiar contra a mulher, crianças e adolescentes. Atos infracionais (condutas cometidas por menores de 18 anos). Crimes contra pessoas idosas, nos termos da Lei n° 10.741/03 (Estatuto do Idoso) e contra o consumidor, conforme as legislações aplicadas.

 

O alto número de resolução de casos pela 6ª DEAMV reflete o novo momento pelo qual passa a Polícia Civil do Tocantins, com a reestruturação de Delegacias, Núcleos de Atendimento, capacitação de policiais civis e demais servidores. E ainda de investimentos feitos para aquisição de armamento, mobiliário, equipamentos de informática que tem como objetivo oferecer melhores condições de trabalho para as equipes encarregadas das investigações policiais, o que resulta em um atendimento com ainda mais qualidade a toda à população. 

Edição: Geórgia Milhomem

Revisão Textual: Geórgia Milhomem

keyboard_arrow_up