Empresas contempladas por incentivos fiscais recebem visita técnica do Governo do Tocantins

Ação aconteceu na manhã desta sexta-feira, 19. Duas empresas do ramo alimentício foram visitadas
por Yasmin Sobral/Governo do Tocantins
-
Equipe da Sics realizou visita técnica a fábrica de sorvetes tocantinense. - Foto: Matheus Alcântara/ Governo do Tocantins file_download

Na manhã desta sexta-feira, 19, membros da equipe técnica da Secretaria da Indústria e Comércio do Tocantins (Sics) realizaram visita técnica em empresas do ramo alimentício Bolos do Cerrado e Carletto's Sorvetes, localizadas em Palmas. Na ação os técnicos acompanharam parte do processo de produção e ouviram demandas dos empreendedores. Estavam presentes o secretário interino da pasta, Iranilson Mota, a superintendente Elaine de Assis, a diretora de indústria e comércio Geanny Pinheiro, o diretor de atração de investimentos Rogério Dias e a gerente de assistência da microempresa, Flávia Carneiro.

Parte de uma franquia de bolos caseiros, a empresária Ana Paula Félix viu na vontade de empreender uma oportunidade de negócio. Após conhecer o trabalho da marca Bolos do Cerrado em Goiás, ela não apenas trouxe a empresa para o Tocantins, mas também inovou seu processo de produção ao investir na industrialização da fábrica. A iniciativa fez a unidade da capital do Tocantins se tornar referência para as demais empresas que surgiram em diversas regiões do país.

"No início nós tivemos um pouco de dificuldade no nosso processo produtivo, uma vez que cada unidade tinha sua produção no próprio local, então nosso primeiro passo, feito com urgência, foi modernizar esse processo, conduzindo a fabricação em um único espaço com uma produção mais enxuta, com otimização de produtos e funcionários. Nós organizamos o processo de pesagem de ingredientes, contratamos mais equipes e fizemos a divisão por setores, o que tornou mais rápida a nossa produção e nós conseguimos ficar mais dinâmicos”, afirmou Ana Paula.

A empresa, que possui três unidades na capital, hoje emprega 31 funcionários e foi na necessidade de expansão, que a empreendedora buscou apoio do Governo do Tocantins, através do Termo de Acordo de Regime Especial (TARE).

“Nós estávamos com três lojas com três CNPJ’s diferentes o que gerava dificuldade no processo de compra. Então nós passamos para o sistema de lucro real, concentrando todo esse processo no CNPJ da matriz. Com essa mudança nós buscamos a ajuda do governo com o TARE. Isso diminui muito os nossos custos, a gente agora consegue fazer uma compra mais assertiva e com um preço melhor. Agora nossa expectativa é crescer e abrir mais lojas”, completou a empresária.

Instalada no Tocantins desde 2015, a empresa Carletto's Sorvetes nasceu em Porto Nacional e em apenas três anos instalou sua fábrica na capital Palmas. O empresário Daniel Ribeiro distribui sua produção de sorvetes para 40 municípios no estado e emprega 70 funcionários. Com a automatização do processo e a obtenção de incentivos fiscais, hoje o empreendimento atende supermercados, sorveterias, vendedores de rua, além de terceirizar serviços para outras empresas do ramo.

“A nossa indústria é beneficiada pelo incentivo fiscal do programa Proindústria e atacadista e com isso estamos tendo facilidade na logística. As grandes empresas do Brasil estão enxergando o Tocantins como potencial e têm tido interesse em nos atender com matéria prima e maquinário”.

Daniel acrescenta que a partir do incentivo ele conseguiu expandir sua empresa, lidando com mais eficiência no que se refere ao custo operacional e a carga tributária. Segundo o empresário, esse benefício foi essencial para o crescimento da empresa.  

“Devido a indústria ter um custo operacional muito alto é necessário esse incentivo fiscal da parte do governo. É aí que a gente consegue dar um passo a mais e crescer. Hoje a Carletto’s é uma empresa com 70 colaboradores e eu acredito que sem esse incentivo a gente não estaria nem na metade disso, porque ficariam mais pesadas as despesas administrativas e tributárias, mas com isso a gente consegue um custo menor no produto, um custo menor para o consumidor final, tendo por consequência um giro maior que é o que ocasiona o crescimento da indústria”, explicou Daniel.

Durante a visita o secretário interino Iranilson Mota reforçou que acompanhar o processo de produção e evolução das empresas, não apenas permite que o governo tenha conhecimento das demandas dos empresários, mas também possibilita que seja realizada uma análise da área industrial do estado de forma que novas estratégias sejam criadas para o crescimento e desenvolvimento do setor.

“Hoje nós vemos empresas que começaram pequenas estão crescendo, se industrializando e gerando mais renda e empregos para o Tocantins. Isso se deve a coragem do investidor e as medidas estabelecidas pelo Estado, que permitem a chegada dessas empresas e a expansão dos investimentos das empresas já instaladas. A partir das determinações do governador em exercício, Wanderlei Barbosa, a Sics consegue se aproximar do empresário, entender suas necessidades e fornecer condições para que ele se instale e expanda seu negócio no Tocantins”, disse Iranilson Mota.

Membros da Sics se reuniram com empresária do ramo alimentício em Palmas. - Matheus Alcântara/ Governo do Tocantins file_download
Visita promoveu discussão sobre o avanço da empresa no Tocantins. - Matheus Alcântara/ Governo do Tocantins file_download
Empresa tocantinense de sorvetes atende 40 município no Tocantins. - Matheus Alcântara/ Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up