Empresa portuária que opera no porto do Itaqui busca apoio do Governo do Tocantins para expandir seus negócios no Estado

O encontro teve como objetivo discutir a implantação de um polo de distribuição de fertilizantes na cidade de Palmeirante, região Norte do Tocantins
por Nayna Peres / Governo do Tocantins
-
Os executivos das empresas estiveram reunidos com o titular da pasta, Tom Lyra, para apresentar o projeto de implantação do terminal da COPI - Foto: Ascom Sics / Governo do Tocantins

De olho no desenvolvimento logístico do Tocantins, os executivos da COPI (Companhia Operadora Portuária do Itaqui), do grupo Fertipar Fertilizantes e da VLI estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 22, com o secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e presidente da Agência de Mineração do Tocantins (Ameto). Durante o encontro, os investidores apresentaram os projetos de expansão de investimentos, que contemplam a implantação de um polo de distribuição de fertilizantes no Estado. 

Para o diretor-presidente da COPI, Guilherme Eloy, o projeto é inovador e será uma importante oportunidade para o desenvolvimento econômico do Tocantins. Previsto para ser implantado na cidade de Palmeirante, onde já existe o terminal de cargas da ferrovia Norte-Sul, o terminal da COPI poderá receber um aporte de R$ 200 milhões de reais, com estimativa de gerar cerca de 350 empregos diretos e indiretos durante sua fase de construção. 

A proposta é que os vagões, que já fazem o transporte de grãos para o Porto de Itaqui no Maranhão e retornam para o Tocantins vazios, sejam higienizados e carregados com fertilizantes, consolidando o Estado como um importante ponto integrador e estratégico da cadeia logística do agronegócio, em especial para os estados que compõe a região do Matopiba. 

Presente na reunião, o acionista da COPI, Rivadávia Simão, apresentou um pouco sobre a atuação das empresas que a compõem, sendo uma delas a Rocha Terminais Portuários e Logística, que conta com 155 anos de atuação no Brasil e agora está buscando expandir os investimentos no Tocantins. 

De acordo com Luís Carlos Rodrigues, diretor da Fertipar, empresa de fertilizantes que atua em todos os portos do Brasil e que detém 18% do mercado nacional, o novo projeto em Palmeirante já é considerado um plano vencedor e uma excelente oportunidade no Tocantins para a geração de emprego e renda. “O Estado terá a oportunidade de explorar um mercado 3 vezes maior que seu próprio mercado e possui uma logística que contribui para isso, além de contar com um potencial enorme do agronegócio e milhões de hectares a serem desbravados”, apontou. 

Para o secretário Tom Lyra, a chegada de novos investimentos são a prova de que as políticas desenvolvimentistas do Governador Mauro Carlesse estão construindo um Tocantins cada vez mais promissor. “Nosso foco é o crescimento econômico e social do Estado. Isso só é possível através da desburocratização de processos, do incentivo e atração de novos investidores e do investimento em obras estruturantes. Os resultados do compromisso do Governador são vistos dia após dia com a chegada de empresas e indústrias ao nosso Tocantins, permitindo que um número cada vez maior de tocantinenses estejam empregados”, concluiu.

Durante a reunião os executivos explanaram sobre os investimentos que serão feitos para a construção do terminal - Ascom Sics / Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up