Governo do Tocantins comemora resultados de ações realizadas para garantir a Segurança Alimentar e Nutricional no Estado

Entre as ações estão a entrega de kits de alimentos, as oficinas de alimentação saudável e a entrega de caminhões e equipamentos para Centrais de Abastecimento
por Eliane Tenório/Governo do Tocantins; Fotos: Carlessandro Souza/Governo do Tocantins
-
Foto 4.jpeg

No dia 7 de junho, quando se celebra o Dia Mundial da Segurança Alimentar, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social ( Setas), comemora os resultados positivos das ações realizadas para garantir a Segurança Alimentar e Nutricional no Tocantins. Entre estas, a ação emergencial de entrega de cestas básicas, as oficinas de alimentação saudável e a entrega de caminhões e equipamentos para Centrais de Abastecimento de municípios tocantinenses. 

A data comemorativa tem o objetivo de alertar para a importância da segurança alimentar e nutricional, e deve ser entendida como uma responsabilidade de todos, todos os dias, afirmou o secretário da Setas, José Messias de Araújo. "O Governo do Tocantins, por meio da Setas, vem trabalhando, incessantemente, em feriados e finais de semana, para que as políticas públicas, direcionadas para  garantir alimentos saudáveis cheguem para todos os municípios, em todas as comunidades, povoados e localidades, e possa melhorar a vida das famílias tocantinenses, com ênfase para as vulneráveis”, destacou o gestor.

“Em 2020 e 2021, durante toda a pandemia da Covid-19, o Governo do Tocantins, por meio das equipes da Setas, outras pastas, e demais parceiros, chegaram com alimentos nos mais longínquos povoados, em diversas comunidades como, quilombolas, indígenas e ribeirinhos, nos 139 municípios tocantinenses. E onde existir uma família necessitando de alimentos, estaremos levando as cestas básicas”, afirmou o gestor da Setas, José Messias de Araújo. 

Desde o inicio da pandemia em março de 2020, já são mais de 1,1 milhão de famílias tocantinenses, beneficiadas com a ação emergencial de entrega de cestas básicas, realizada pelo Governo do Tocantins. 

A família de Maria Suely Ramalho, mãe de três filhos e casada com um servente de pedreiro, teve sua renda diminuída devido à pandemia da Covid-19.  “Fiquei muito agradecida com a ajuda do Governo do Tocantins; trabalho de doméstica e durante a pandemia não consegui emprego. Somos cinco pessoas na casa e o que meu marido ganha não é suficiente”, afirmou. 

Muitas outras famílias ficaram sem poder trabalhar durante a pandemia e também receberam cestas básicas do Governo do Tocantins; entre elas as famílias de Nayara Pereira Andrade e suas duas irmãs. “Estava faltando açúcar quando o Governo entregou os alimentos, para mim foi como um milagre. Uma de minhas irmãs tem quatro filhos e a outra tem cinco, e estão desempregadas, passando muita dificuldade. Graças a Deus e ao Governo do Tocantins, elas também receberam cestas básicas”, agradeceu Nayara Pereira. 

Entrega de kits de alimentos 

A entrega de kits de alimentos é realizada pelo Governo do Tocantins, por meio da Setas em parceria com outras pastas estaduais, Cras municipais, associações de classes e entidades religiosas, dentre outras; teve início com o Decreto n° 6.070, de 18 de março de 2020, quando o governador Mauro Carlesse determinou situação de emergência no Tocantins, em razão dos impactos da pandemia provocada pela Covid-19; seu objetivo é garantir a segurança alimentar e nutricional das famílias vulneráveis e impactadas pela pandemia.

Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep-TO) e emendas parlamentares de deputados estaduais. Para dar transparência às ações, o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional - CONSEA acompanhou todo o processo de aquisição e implantação dos equipamentos.

Educação Alimentar e Nutricional

Outra ação, realizada em 2020, antes da pandemia, foram os cursos de Educação Alimentar e Nutricional, com a participação de centenas de pessoas de diversas comunidades. A ação tem proposta de orientar e ensinar o preparo de comidas nutritivas e com custo baixo, a partir de alimentos regionais e de época, garantindo alimentação saudável para as comunidades. "São aproveitados alimentos regionais, da época, como frutas e verduras, utilizando cascas, folhas e talos, evitando desperdícios e aumentando o valor nutricional das comidas”, explicou a gerente de Segurança Alimentar da Setas, Jéssica Santana.

Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar 

Com o intuito de promover a melhoria da qualidade dos alimentos e impulsionar a comercialização dos produtos de agricultores familiares do estado, o Governo do Tocantins, por meio da Setas, entregou, em 2019, 13 caminhões frigoríficos e 11 câmaras frias.

Em 2021, está previsto a entrega de 19 caminhões frigoríficos e mais outros equipamentos, para beneficiar agricultores familiares com a modernização das Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar de 19 municípios tocantinenses. 

A ação de entrega de caminhões e equipamentos tem objetivo de modernizar as Centrais de Distribuição de Produtos da Agricultura Familiar dos 139 municípios; com esse equipamentos, as Centrais podem armazenar produtos alimentícios pelo tempo necessário, preservando a qualidade e as características nutricionais e microbiológicas dos alimentos. 

Investimento

A entrega dos caminhões e equipamentos, são resultados de um contrato de repasse firmado entre o Governo do Tocantins, por meio da Setas, com o Ministério da Cidadania.  O investimento total foi de R$ 5,7 milhões, entre verba federal e contrapartida do Governo do Estado. 

A previsão é para que sejam entregues mais 19 caminhões, por meio de um convênio que complementa o contrato de repasse anterior, no valor de R$ 3,8 milhões, sendo um investimento federal com 10% de contrapartida estadual. Também estão previstas as entregas de equipamentos (aparelhos de ar condicionado, freezers e caixas de armazenamento), para os 139 municípios. 

A ação tem o objetivo de beneficiar agricultores familiares, que participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade do Compra Direta. 

Edição: Cláudio Duarte

Revisão Textual:

Foto 3.jpeg -
Foto 2.jpeg -
Foto 1.jpeg -
keyboard_arrow_up