Sistema do Cadastro Ambiental Rural ganha novas funcionalidades e melhorias

Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) investiu mais de R$ 1 milhão, via PDRIS, para novas ferramentas, remodelagem da arquitetura e migração de dados
por Camila Mitye/Governo do Tocantins
-
Plataforma que recebe o cadastro propriedades rurais, SIGCAR ganhou novas funcionalidades - Foto: Marcel de Paula/Governo do Tocantins file_download

Com o objetivo de aperfeiçoar a ferramenta e proporcionar melhorias para os usuários, a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) buscou novas funcionalidades para o Sistema de Informação para Gestão do CAR - Cadastro Ambiental Rural (SIGCAR), plataforma que recebe o cadastro propriedades rurais georreferenciadas e analisa a situação da Reserva Legal, das áreas de Preservação Permanente - APP, e das áreas destinadas ao uso da terra na escala do imóvel rural. As vinte e cinco novas funcionalidades já estão disponíveis para os quatro grupos que utilizam o sistema, sendo eles gestores públicos, técnicos (autônomos e órgãos conveniados), proprietários e instituições públicas e privadas.

O contrato para melhorias no SIGCAR, assinado com a Santiago & Cintra, incluiu ainda a remodelagem da arquitetura de TI com objetivo de melhorar a usabilidade e a migração e a segurança de dados, levando em conta o que determina a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O investimento para aperfeiçoamento do sistema foi de mais de R$ 1 milhão, oriundo do PDRIS (Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável).

Para o gerente de Informações e Inteligência Ambiental da Semarh, Rodrigo Sellos, a atualização trouxe soluções para demandas antigas dos usuários. “Nós tínhamos algumas necessidades de atendimento, especificidades do Tocantins, então pensamos em facilitar o uso, tornar o sistema mais ágil e mais intuitivo. Além disso, estamos disponibilizando imagens de satélite em alta qualidade para todos os usuários do SIGCAR”, afirma. 

Entre as novidades, está o cálculo automático de áreas antropizadas, ajustado ao entendimento do Código Florestal, Lei n° 12.651 de 2012. “Esta nova funcionalidade é muito útil para os proprietários que pleiteiam projetos de financiamento em instituições bancárias, além de facilitar o entendimento para os técnicos”, explica Rodrigo. Uma área antropizada é uma área cujas características originais foram alteradas (solo, na vegetação, relevo, etc).

Também são novas ferramentas do sistema as opções “Relatório de Conflitos”, “Módulo de Cadastro para Povos e Comunidades Tradicionais”, “Ferramenta para download de recibo online”, entre outras. Uma outra funcionalidade muito importante adicionada possibilita que o botão de solicitação para retificação do imóvel seja visível em todas as abas da ficha do imóvel, que traz consigo todas as informações do CAR. Ao selecionar esta ferramenta o usuário deverá informar as razões pelas quais solicita a retificação. Anteriormente, a retificação só era realizada pelos técnicos da Semarh.

CAR

O CAR é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar informações ambientais das propriedades e posses rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico. Por ser uma base de dados estratégica, o CAR é um dos mecanismos de fortalecimento da política de preservação ambiental, principalmente das Áreas de Preservação Permanente (APP), de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa.

É um documento que possui finalidade estratégica para o produtor rural. O fortalecimento e a intensificação das ações produtivas e ambientais, por meio da integração de dados da propriedade, permitem desenvolvimento agropecuário de forma sustentável.

O CAR é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais - Fernando Alves/Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up