Governo do Tocantins deve entregar correção de curva conhecida como “Apertado da Hora”, em Palmeirópolis, em agosto

O ajuste no traçado da TO-387, deixa um conjunto de curvas menos acentuadas e mais seguras.
por Luzinete Bispo/Governo do Tocantins
-
Curva do 'apertado da hora' passa por obras no Tocantins - Foto: Divulgação/Governo do Tocantins

Um dos trechos de rodovias mais perigosos do Tocantins vai mudar. As obras de mudança no traçado da rodovia TO-387, no local conhecido por curva da morte e curva do apertado da hora, em Palmeirópolis, no sul do Tocantins, estão previstas para terminarem em agosto.

O local ficou conhecido em todo o Estado como cenário de vários acidentes com morte. A curva em questão é fechada e fica em um declive no trecho em que a rodovia passa pela Serra Dourada, divisa entre os estados de Tocantins e Goiás.

Para sanar o problema o Governo do Estado do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), está finalizando os serviços que englobam o alargamento do aterro; a mudança de traçado de um conjunto de curvas e o aumento do raio da pista de rolamento suprimindo, ao máximo, as curvas da rodovia com o corte dos morros e barrancos no local.

O objetivo é tornar as curvas mais amenas e oferecer mais segurança para os veículos de carga e de passeio.

“É uma mudança importante que vai acompanhar o desenvolvimento da cidade de Palmeirópolis e melhorar o trajeto da pista, dando mais segurança à rodovia”, destaca a secretária da Infraestrutura e presidente da Ageto, Juliana Passarin.

A rodovia foi asfaltada em 2005, mas reconstruir esse trecho da curva da morte trará mais segurança ao cidadão de Palmeirópolis e toda a região. A rodovia faz parte do itinerário de diversas linhas de ônibus interestaduais.

Serviços de aumento do raio da pista de rolamento dentro da curva mais perigosa. - Divulgação/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up