Governo do Tocantins constrói ponte sobre o córrego Dantas, em Pindorama

As obras estão previstas para serem concluídas até a primeira quinzena de agosto.
por Luzinete Bispo/Governo do Tocantins
-
Em precário estado de conservação, a velha ponte de madeira está sendo substituída por ponte de concreto armado. - Foto: Divulgação/Governo do Tocantins

As ações do Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), têm beneficiado cada vez mais os municípios. Desta vez estão sendo atendidas pouco mais de 16 mil pessoas que vivem no entorno do Córrego Dantas, na rodovia TO-040, na cidade de Pindorama. A rodovia liga os municípios de Almas a Pindorama, na região sudeste do Estado.

Sobre o córrego está sendo construída uma ponte de concreto que dará acesso às comunidades, em substituição a velha ponte de madeira que estava em precário estado de conservação.

Os trabalhos já foram iniciados com o processo de implantação do desvio e com a instalação de tubos de concreto, para fazer o bueiro para a passagem da água.

A obra está sendo feita com recursos próprios do Estado. A nova ponte será de 20 metros de comprimento e 4 metros de largura por 4 metros de altura. A previsão da Residência Rodoviária de Porto Nacional, que executa a obra, é de que a conclusão da ponte aconteça em agosto deste ano.

Além das comunidades rurais próximas à obra, o empreendimento também vai favorecer a população dos municípios de Pindorama, Almas e Ponte Alta do Tocantins.

Entretanto, os grandes benefícios gerados por esta estrutura serão para o desenvolvimento do Estado do Tocantins, pois sobre a nova ponte de concreto serão escoadas a produção do agronegócio com segurança e agilidade. A região é grande produtora de soja, milho e pecuária.

“O governo do Tocantins, sendo municipalista, leva recursos para os municípios, as obras saem do papel. É uma parceria que sempre dá certo. A infraestrutura traz desenvolvimento. As cidades passam a arrecadar mais, se fortalecem, e assim entregam mais saúde, segurança e educação à população”, afirmou a secretária da Infraestrutura e presidente da Ageto, Juliana Passarin.

Iniciada a instalação de tubos de concreto, para fazer o bueiro para a passagem da água. - Divulgação/Ageto
keyboard_arrow_up