Modelo Cívico-Militar é aprovado pela comunidade do Colégio Dom Alano de Peixe

Pais, estudantes e servidores participaram e se manifestaram favoráveis à implantação do Pecim
por Guilherme Gandara/Governo do Tocantins
-
Pais, estudantes e servidores participaram e se manifestaram favoráveis à implantação do Pecim - Foto: José Matheus/Governo do Tocantins

A comunidade escolar do Colégio Estadual Dom Alano, do município de Peixe, aprovou nesta sexta-feira, 10, a implantação da metodologia de ensino do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares (Pecim). Uma consulta pública foi realizada pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e do Comando Geral da Polícia Militar, para apresentação e aprovação dos pais, estudantes e servidores.

O Pecim é uma ação do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que visa contribuir para a melhoria da Educação Básica do Brasil, a partir da implantação do modelo do Ministério da Educação e Cultura (MEC) de Escolas Cívico-Militares (Ecim).

Conforme explicou a gestora da Seduc, Adriana Aguiar, o Programa vai beneficiar toda a rotina da comunidade escolar.

"Esse programa é voltado para o desenvolvimento de comunidades em áreas vulneráveis e já têm mudado a realidade de diversos jovens do Tocantins e suas comunidades. O papel desempenhado pela Polícia Militar faz a diferença na organização da escola, promovendo melhores condições de aprendizagem, que refletem também no ambiente fora da escola. E essa é a nossa meta promover o desenvolvimento social junto ao educacional", ponderou.

O major Miron Martins da Silva, representante do Comando Geral da Polícia Militar, fez a apresentação do modelo do Pecim à comunidade.

"Trata-se de um conjunto de ações que serão realizadas para trabalhar a filosofia militar com os estudantes. Serão foco da parceria assuntos éticos e cidadãos, visando a gestão de excelência, o desenvolvimento educacional, além do aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Neste modelo, o diretor da escola é da área da Educação e a Polícia Militar faz parte da rotina de organização e disciplina", ponderou.

Na ocasião, a diretora da Escola Estadual Hercília de Carvalho, de Gurupi, Leila Ribeiro da Silva Alves, participou da apresentação do modelo, frisando o sucesso do Pecim na unidade que atua.

O vice-governador, Wanderley Barbosa, reforçou que o programa vai unificar a oferta do ensino com profissionais Seduc ao compromisso da Polícia para a formação integral dos estudantes.

"Essa é uma parceria que vai qualificar os jovens da cidade de Peixe. Além da disciplina, o objetivo é preparar cidadãos melhores, profissionalizar os estudantes, e trazer um projeto de melhoria da Educação para esta comunidade", ponderou.

Comunidade

Suzana de Oliveira Miranda, que é professora da escola, falou que a proposta vai beneficiar o trabalho diário.

"Estamos felizes porque é um sonho que se concretiza. Ter a Polícia ajudando na disciplina vai ser crucial para em alguns aspectos. A comunidade está ansiosa pelo início das atividades do Programa".

Já a estudante Mariana de Sena Reis contou que está ansiosa para ingressar na unidade. "Pelo que apresentaram minhas expectativas são as melhores possíveis, a escola vai ficar mais organizada e vai receber incentivos que vão ajudar a melhorar a qualidade do ensino", disse.

Pecim no Tocantins

Em 2019, os Estados começaram a aderir ao Pecim e foram realizadas consultas públicas à comunidade escolar das unidades de ensino, para a implantação da fase-piloto do Programa. Em 2020, três unidades de ensino do Tocantins aderiram ao modelo de Escola Cívico-Militar proposto pelo MEC: Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros, de Palmas; Escola Estadual Hercília Carvalho da Silva, de Gurupi; e a Escola Estadual São José Operário, de Paraíso do Tocantins. Em 2021, a comunidade escolar do Colégio Estadual Tiradentes, em Formoso do Araguaia, aprovou a implantação, assim como fez a comunidade da Escola Estadual Vila União, de Palmas.

Adriana Aguiar explicou que o Programa vai beneficiar toda a rotina da comunidade escolar - José Matheus/Governo do Tocantins
Para o vice-governador, Wanderley Barbosa, o programa vai unificar a oferta do ensino com profissionais Seduc ao compromisso da Polícia para a formação integral dos estudantes. - José Matheus/Governo do Tocantins
O major Miron Martins da Silva, representante do Comando Geral da Polícia Militar, fez a apresentação do modelo do Pecim à comunidade. - José Matheus/Governo do Tocantins
Suzana de Oliveira falou que a proposta vai beneficiar o trabalho diário da Escola - José Matheus/Governo do Tocantins
Mariana de Sena Reis contou que está ansiosa para ingressar na unidade - José Matheus/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up