Câmara de Educação discute Projeto Alfabetização e Aprendizagem na Idade Certa no 23º Fórum de Governadores da Amazônia Legal

A equipe discutiu a retomada do plano de ação, que tem por objetivo promover a alfabetização e aprendizagem na idade certa para todas as crianças do território da Amazônia Legal
por Guilherme Gandara/Governo do Tocantins
-
Os trabalhos foram conduzidos via plataforma Zoom - Foto: Dicom Seduc/Governo do Tocantins

A programação do 23º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, iniciado nesta quarta-feira, 14, tem promovido discussões de projetos setoriais. A equipe que compõe a Câmara da Educação debateu estratégias para o projeto prioritário ‘Alfabetização e Aprendizagem na Idade Certa’, em regime de colaboração com os municípios. Fazem parte da Câmara, coordenadores e secretários de Estado, representantes do projeto e da câmara setorial, conselheiros e equipes técnicas.

O evento foi realizado em formato digital, por meio da plataforma Zoom. A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes do Tocantins, professora Adriana Aguiar, que é coordenadora da Câmara de Educação, foi representada pela superintendente de Educação Básica da Pasta, Markes Cristiana de Oliveira, que pontuou as ações já desenvolvidas no setor e iniciou o debate para novos encaminhamentos. 

“No ano passado iniciamos reuniões para desenvolvimento do eixo orçamentário na busca de investimentos, mas devido à pandemia precisamos repensar algumas das estratégias. Precisamos, a partir de agora, traçar o mapeamento para entender a realidade de todas as unidades escolares que fazem parte do território da Amazônia Legal, para definir os apoios que serão necessários para a consolidação do projeto”, apontou. 

A equipe discutiu a retomada do plano de ação, que tem por objetivo, promover a alfabetização e aprendizagem na idade certa para todas as crianças do território da Amazônia Legal. Dos encaminhamentos, foram definidos objetivos a serem cumpridos como um apoio técnico interestadual para levantamento de informações e outras ações necessárias para o plano. 

A pauta também contou com definições sobre o cronograma para as primeiras agendas com os municípios selecionados; mobilização e articulação para agendamentos das reuniões com os municípios; e definições para elaboração do relatório do projeto, com levantamento de custos e consolidação de orçamento.

Consórcio da Amazônia Legal

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento da Amazônia Legal é formado por todos os estados da região Norte, além de Mato Grosso e do Maranhão, com objetivo de disseminar e consolidar estratégias em prol do desenvolvimento conjunto dos consorciados.

 

 

keyboard_arrow_up