Polícia Civil do Tocantins divulga balanço da operação Vetus II

Ação atendeu 276 idosos vítimas de violência no Tocantins
por Walquerley Ribeiro/Governo do Tocantins
-
A ação atendeu 276 idosos vítimas de violência em 39 municípios, além de 624 visitas e diligências feitas a abrigos e residências de vítimas, 34 medidas protetivas solicitadas e um mandado de busca cumprido - Foto: SSP/Governo do Tocantins file_download

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) divulgou nesta sexta-feira, 19, o balanço da operação Vetus II, que teve início no dia 15 de outubro deste ano, com foco no combate à violência contra idosos. A ação atendeu 276 idosos vítimas de violência em 39 municípios, além de 624 visitas e diligências feitas a abrigos e residências de vítimas, 34 medidas protetivas solicitadas e um mandado de busca cumprido. A Polícia também investigou 83 denúncias feitas pelo Disque 100.

A operação Vetus II faz parte de uma mobilização nacional coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). No Tocantins, a ação contou com 90 profissionais de segurança pública que executaram medidas protetivas e cumpriram mandados de busca, apreensão e prisão de pessoas acusadas de crimes de agressão, maus-tratos, abandono de incapaz e tortura.

A violência contra o idoso é crime e pode ter pena de dois meses a um ano de reclusão, além de multa.

"A adesão da Polícia Civil do Tocantins na operação Vetus II reforça o compromisso no combate à violência contra idosos. Nesse período, as ações investigativas foram intensificadas e o resultado significativo", reitera a delegada de Polícia, Daise Rodrigues Teixeira.

Denúncias

As denúncias feitas por meio do Disque 100 podem ser anônimas e qualquer pessoa pode acionar os serviços.

Edição: Luiz Melchiades

Revisão Textual: Marynne Juliate

A Polícia também investigou 83 denúncias feitas pelo Disque 100 - SSP/Governo do Tocantins file_download
No Tocantins, a ação contou com 90 profissionais de segurança pública - SSP/Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up