Gabinete de Monitoramento do Enem reuniu Forças de Segurança e não registrou intercorrências no primeiro dia da prova

Exame Nacional do Ensino Médio foi aplicado em 34 municípios do Tocantins
por Geórgia Milhomem/Governo do Tocantins
-
Gabinete de Monitoramento montado para coordenar a ação e centralizar todas as ocorrências em tempo real - Foto: Luiz de Castro/Governo do Tocantins file_download

Sem nenhuma ocorrência grave, a realização da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Tocantins teve balanço positivo do ponto de vista da segurança. A operação ocorreu de forma integrada, reunindo as Forças de Segurança do Tocantins e os órgãos organizadores do certame no Gabinete de Monitoramento montado para coordenar a ação e centralizar todas as ocorrências em tempo real, relacionadas à primeira etapa do Enem 2021.

Ao todo, participaram da operação no Tocantins, 577 policiais, 280 viaturas e foram realizadas 36 escoltas de provas em 34 municípios do Tocantins. A operação foi coordenada pelo Sistema Integrado de Operações (Siop), o Gabinete teve a participação dos representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública; da Polícia Civil; da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO), da Guarda Metropolitana, da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, do Exército Brasileiro, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Texeira (Inep), do Cesgranrio, dos Correios e da Energisa Tocantins.

O diretor do Siop, delegado Ricardo Francisco Real, atribuiu o bom resultado do primeiro dia ao Plano Estratégico de Atuação Integrada de Segurança Pública (Peaisp). “No Gabinete de Monitoramento, conseguimos solucionar as eventualidades e resolver pontualmente cada demanda. Durante a atuação, o monitoramento foi feito via sistema Córtex, do Ministério da Justiça, em tempo real”, explicou. 

Na ocasião, a chefe da seção de Planejamento operacional da corporação (PM3) e coordenadora estadual do policiamento do Enem, tenente-coronel Cristina Rodrigues, destacou que as ações iniciaram no sábado, 20, com as escoltas de interiorização das provas em apoio aos Correios. A tenente-coronel relatou ainda que "o policiamento estratégico para as duas etapas envolve a escolta, o policiamento nos locais no dia da aplicação e a guarda das provas, sendo que a corporação empenhou cerca de 400 policiais militares e 200 viaturas no policiamento do Enem 2021", destacou.

Edição: Thâmara Cruvinel

Revisão Textual: Marynne Juliate

keyboard_arrow_up