Em Lagoa da Confusão, Polícia Civil deflagra mais uma etapa da operação Pescadores e apreende armas de fogo e munições

Armas estavam de posse de indivíduos que foram autuados por posse irregular de arma de fogo
por Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins
-
Espingardas de calibres variados e diversas munições não deflagradas foram apreendidas - Foto: Governo do Tocantins file_download

Seis armas de fogo, bem como uma grande quantidade de munições intactas, de calibres variados, foram apreendidas pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), em Lagoa da Confusão. A ação faz parte da operação Pescadores, que foi deflagrada pela 58ª Delegacia de Polícia de Lagoa e tem por objetivo investigar a subtração de fios de cobre quem vem ocorrendo na cidade nas últimas semanas.

Durante os trabalhos investigativos, que são coordenados pelo delegado-chefe da 58ª Delegacia de Polícia (DP), Teofabio Alves Siqueira, foram cumpridos vários mandados de buscas domiciliares, devidamente autorizadas pelo Poder Judiciário em endereços de pessoas suspeitas de envolvimento com a criminalidade na cidade.

As buscas foram cumpridas em duas ocasiões, sendo que, no primeiro dia, foram encontradas em poder um dos investigados uma arma de fogo cal. 22 e 35 munições intactas, além de uma arma (aparentemente de chumbinho). Já na residência do segundo indivíduo, os policiais encontraram uma arma de fogo cal. 22, um carregador desta arma contendo 7 munições intactas, bem como um carregador de arma do tipo pistola cal. 7.65, contendo 4 munições intactas do mesmo calibre.

Já no segundo dia, os policiais civis realizaram buscas na residência de um outro investigado, local onde foi encontrada uma arma de fogo do tipo cartucheira cal. 32. Todos os proprietários das armas foram presos em flagrante. No entanto, eles recolheram, aos cofres públicos, as quantias arbitradas como fianças pela autoridade policial. Com isso, obtiveram o direito de responder pelos crimes em liberdade, conforme determina a legislação penal em vigor.

Segundo o delegado Teofabio Alves, a operação Pescadores foi deflagrada visando apurar os constantes furtos de fios de cobre na cidade de Lagoa da Confusão e que tem causado muitos transtornos e também um enorme prejuízo às vítimas. “Os mencionados fios são usados para alimentar bombas de irrigação de maneira que a interrupção do serviço prejudica todo o desenvolvimento das plantas, potencializando assim o prejuízo sofrido pelas vítimas”, informou o delegado.

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate

Armas de fogo recuperadas durante ação da Polícia Civil em Lagoa da Confusão - Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up