Educação promove formação sobre ensino híbrido e aprendizagens essenciais

Objetivo é auxiliar municípios na elaboração de avaliações diagnósticas, análises de resultados e planejamento educacional adequado às diferentes realidades
por Juliana Carneiro/Governo do Tocantins
-
Técnicos da Gerência de Currículo e Avaliação da Aprendizagem da Seduc demonstram o passo a passo de como criar uma avaliação diagnóstica a partir da ferramenta, Forms, via Google Drive - Foto: Divulgação

A formação Ensino Híbrido - aprendizagens essenciais e avaliação diagnóstica foi realizada na manhã desta quinta-feira, 7, pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). O evento tem como objetivo apresentar os aspectos pedagógicos relacionados à elaboração da avaliação diagnóstica para subsidiar o retorno presencial dos estudantes. 

A formação, destinada aos secretários municipais de Educação e aos assessores da Assessoria de Apoio aos Municípios (Asmet) nas Diretorias Regionais de Educação, Juventude e Esportes, ocorreu por meio do canal oficial TV Seduc Tocantins, no YouTube, onde também ficará disponível para acesso. Na ocasião, também foram apresentados detalhamentos do processo de elaboração da avaliação com o passo a passo da utilização das ferramentas Forms e Google Drive.

A avaliação, a ser desenvolvida, direciona-se ao ensino fundamental, do 1° ao 6° ano e conta com questões de Língua Portuguesa e Matemática, em que tanto a rede estadual quanto a municipal poderão utilizar seus resultados para subsidiar o planejamento do professor, orientando o trabalho com os estudantes, considerando o grau de dificuldade de aprendizagem conforme diagnóstico.

Para a titular da Seduc, Adriana Aguiar, a formação é extremamente importante, pois possibilita que as redes estadual e municipais troquem experiências e direcionem o ensino híbrido da melhor forma possível em meio aos desafios da pandemia. “A proposta é que cada município desenvolva seu formulário diagnóstico e avalie os dados coletados, a fim de traçar um plano híbrido de aprendizagem adequado aos seus estudantes. Nossa prioridade é que esse trabalho, articulado entre as gestões, contribua para uma educação de qualidade a todos os estudantes do Tocantins”, destacou.

A gerente de Currículo e Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Celestina Maria Pereira de Souza, reforçou a importância de se considerar os diferentes graus de dificuldade no planejamento do ensino híbrido. “A avaliação ajuda na identificação do que deve ser trabalhado de forma presencial e não presencial, considerando os graus de dificuldade dos componentes curriculares e as aprendizagens essenciais”, ponderou.

Durante a live, os técnicos da Gerência de Currículo e Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Alessandra Quirino Chiarioni e Michael Monteiro Matos, apresentaram aos técnicos das redes municipais de ensino o passo a passo para criar os formulários, a partir da ferramenta Google Forms, e a gerarem a avaliação diagnóstica, bem como a análise e a avaliação dos dados, em forma de tabelas e gráficos.

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate

A gerente de Currículo e Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Celestina Maria Pereira de Souza, reforçou a importância de se considerar os diferentes graus de dificuldade no planejamento do ensino híbrido - Divulgação
A titular da Seduc, Adriana Aguiar, destacou o quanto é importante socializar e trocar experiências para vencer os desafios impostos à Educação pela pandemia - Marcio Vieira /Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up