Conselho Nacional de Educação promove consulta pública sobre as propostas de diretrizes gerais de aprendizagem híbrida

Também foram disponibilizadas recomendações ao novo Enem e diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores
por Guilherme Gandara/Governo do Tocantins
-
Consulta busca contribuições acerca das propostas de Diretrizes Gerais sobre a Aprendizagem Híbrida - Foto: Katriel Bernardes/Governo do Tocantins file_download

Os profissionais da Educação podem contribuir com a Consulta Pública aberta pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), que busca subsídio sobre as propostas de Diretrizes Gerais sobre a Aprendizagem Híbrida. O CNE disponibilizou, ainda, documentos com as Recomendações ao Novo Enem e sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, que também estão em fase de consulta. As propostas podem ser acessadas no Portal do Ministério da Educação

As contribuições aos textos propostos podem ser enviadas até o dia 26 de novembro. Em seguida, serão submetidas à deliberação do Colegiado. Os documentos com as sugestões fundamentadas e circunstanciadas deverão ser encaminhadas, em formato de texto, ao e-mail cneeducacaohibrida@mec.gov.br.

Diretrizes sobre a Aprendizagem Híbrida

O documento contém orientações gerais sobre a aprendizagem híbrida, entendida como metodologia de ensino flexível, mediada com apoio de tecnologias de informação e comunicação em todos os níveis de educação básica, superior e técnica.

A proposta de resolução analisa a situação gerada pela pandemia do novo Coronavírus, que intensificou o desafio pela busca de novos caminhos para a reorganização das dinâmicas de ensino e de aprendizagem na educação brasileira.

O documento do texto de referência pontua que os sistemas de ensino, por seus órgãos próprios e no âmbito das suas atribuições, precisam regulamentar o necessário para a aplicação da resolução.

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate

keyboard_arrow_up