Seagro visita Terraquarium e demais dependências do Ceulp/Ulbra

A ação permitiu também a exploração das áreas e dos trabalhos desenvolvidos em cada local
por Raquel Oliveira / Governo do Tocantins
-
Produção de mudas de espécies nativas - Foto: Matheus Araujo/Governo do Tocantins

O Secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, Jaime Café, acompanhado do diretor de Agrotecnologia, Tecnologias Sociais e Biodiversidade da Seagro, Fernando Garcia, e da gerente de Sociobiodiversidade, Dilciane Viana, visitou na ultima quarta, 02, as dependências o Centro Universitário Luterano de Palmas – Ceulp/Ulbra. Na oportunidade eles conheceram Terraquarium, um ambiente de promoção de conhecimento, proteção da natureza e desenvolvimento da Educação Ambiental (EA) e o Hospital Veterinário da instituição, o primeiro de Palmas e único do Tocantins.

“É fundamental essa troca de experiência com as universidades, conhecendo seus espaços, iniciativas e projetos de sucesso”, destacou o secretário que foi recebido pelo reitor do Ceulp/Ulbra, Marcelo Müller, a professora doutora, Conceição Previero, a diretora do Hospital Veterinário da instituição, Mildre Loraine.

A ação permitiu também a exploração das áreas e dos trabalhos desenvolvidos em cada local. Atualmente o Terraquarium é um oásis no Plano Diretor Sul, de Palmas, em que a transversalidade da temática meio ambiente perpassa em todas as áreas de conhecimento, com atividades e vivências em todos os cursos da instituição.

O ambiente proporciona na prática a indissociabilidade entre o ensino, pesquisa e extensão. Há ações voltadas para multiplicação de sementes crioulas, produção de mudas de espécies nativas, compostagem de resíduos orgânicos, instalação de agrofloresta produtiva no Cerrado, meliponicultura, além de promover práticas com a sociedade.

A atividade foi de grande valia e serviu para firmar o compromisso de parcerias futuras, contribuindo cada vez mais para o apoio às práticas sustentáveis e o desenvolvimento de uma comunidade mais consciente.

Sobre o Terraquarium
Iniciado em 2001 como um projeto institucional, quando da construção da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães, o Ceulp foi responsável pelo resgate dos animais silvestres no enchimento do lago da Usina. O local foi o centro de recepção dos animais feridos ou encontrados em locais inadequados (residências, locais públicos etc), para posteriores cuidados, quando necessários e retorno ao seu habitat. Também foram resgatadas espécies da família Orchidaceae (as orquídeas), estas foram “fixadas” nos caules das plantas conforme suas afinidades. Após o término do resgate alguns animais permaneceram por um período nesse espaço e depois foram destinados os últimos espécimes para outros Centros de Recepções.

A cobertura vegetal na área do Terraquarium é uma parcela preservada do Bioma Cerrado. A fisionomia da vegetação mostra uma grande riqueza em números de espécies, como: pequi, murici, cajuí, mangaba, ipê, jatobá, araçá, grudento, folha larga, puçá, fava de bolota, etc.

Saiba mais sobre o Hospital Veterinário
Com um investimento de R$ 8 milhões de reais de infraestrutura arquitetônica e de equipamentos e uma área total de 3.217m2, o Hospital atende animais de grande e pequeno porte para diversos serviços e conta com funcionamento nas áreas de: clínica médica de pequenos animais; clínica de felinos; clínica cirúrgica de pequenos animais; anestesiologia; internação; ortopedia; oncologia; dermatologia; radiologia; ultrassonografia; odontologia; clínica médica de animais de produção e equinos; reprodução; clínica cirúrgica de animais de produção e equinos, laboratório de análises clínicas. Todos os procedimentos possuem uma taxa de custo diferenciado.

O Hospital Veterinário dispõe de vários equipamentos para realização de exames, um aparelho de destaque é o ultrassom vivid – Ultrassonografia Doppler Colorido, que realiza um  exame de alta definição e importante na avaliação do animal, destinada à análise completa do sistema cardiovascular e abdômen do pet e de estruturas superficiais. É um método de exame que utiliza a reflexão do som para obter imagens e diagnosticar diversas doenças. (Com informações das Ascom do Ceulp/Ulbra)

A cobertura vegetal na área do Terraquarium é uma parcela preservada do Bioma Cerrado - Matheus Araujo/Governo do Tocantins
Produtos do Terraquarium - Matheus Araujo/Governo do Tocantins
No ambiente é produzido compostagem de resíduos orgânicos - Matheus Araujo/Governo do Tocantins
Ulbra confirma presença na Agrotins 2021. Secretário Jaime Café, reitor da Ulbra Marcelo Müller, prof. Conceição e técnicos finalizam detalhes da participação da universidade com a transferência de conhecimento e tecnologia - Matheus Araujo/Governo do Tocantins
Professora Conceição apresenta alguns dos produtos naturais do Terraquarium - Matheus Araujo/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up