Seagro segue acompanhando andamento de programa de fomento as atividades produtivas rurais

Vistorias de acompanhamento dos projetos produtivos são executados pela Seagro
por Raquel Oliveira / Governo do Tocantins
-
O projeto deve ser elaborado pela família, em conjunto com os agentes técnicos Ater/ Ruraltins que as atendem, em consonância com as potencialidades encontradas. - Foto: Agricultura/Governo do Tocantins

A secretaria de Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) vem realizando vistorias de acompanhamento dos projetos produtivos executados pela Ater/Ruraltins aos beneficiários do programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais. K fomento rural acontece por meio de um acordo de cooperação técnica (AC.TO.0000001-18), celebrado entre a União, por intermédio do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e do ministério da Cidadania, e o governo do Tocantins, por intermédio da Seagro e o Ruraltins.

O programa Fomento Rural combina duas ações: o acompanhamento social e produtivo e a transferência direta de recursos financeiros não-reembolsáveis às famílias para investimento em projeto produtivo, no valor de R$ 2,4 mil. Os projetos apoiados podem ser agrícolas (ex: cultivo de hortas e criação de pequenos animais) ou não agrícolas (ex: produção de polpas, artesanato e salão de beleza).

De acordo com o engenheiro agrônomo e fiscal do acordo de cooperação da Seagro, Marcos Monteiro, o Fomento Rural é uma ferramenta de grande relevância para o Estado, pois promove assistência técnica, extensão rural e inclusão social e produtiva de agricultores familiares, assentados da reforma agrária e povos e comunidades tradicionais em situação de extrema pobreza (ou seja, que têm renda familiar mensal de até R$ 89 por pessoa).

O valor de R$ 2.400 é repassado em duas parcelas pelo governo federal diretamente a cada família por meio do cartão do programa Bolsa Família ou do Cartão Cidadão. A família deve investir esse valor no desenvolvimento de um projeto de estruturação produtiva de seu interesse. O projeto deve ser elaborado pela família, em conjunto com os agentes técnicos Ater/ Ruraltins que as atendem, em consonância com as potencialidades encontradas.

Acompanhamento está sendo feito nos municípios de Recursolândia, Goiatins, Nova Olinda, Muricilândia, Aragominas, Palmeiras, Araguatins e Buriti do Tocantins.

keyboard_arrow_up