Ruraltins e Unitins inauguram laboratório de tecnologia de alimentos para fomentar pesquisa e o ramo de agroindústrias

Estrutura foi construída com recursos da Finep, tendo contrapartida do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt)
por Lúcia Brito/Governo do Tocantins
-
A inauguração do Laboratório de Ciência e Tecnologia de Alimentos foi feita pelo Reitor da Unitins, Augusto Rezende, e pelo presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda - Foto: Delfino Miranda file_download

Por meio de um trabalho unificado entre o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) foi inaugurado na manhã desta quarta-feira, 17, o Laboratório de Ciência e Tecnologia de Alimentos  (Lactec), situado no Complexo de Ciências Agrárias da Universidade, em Palmas. 

O espaço tem por objetivo promover o ramo de agroindústrias, com capacitação e aperfeiçoamento de técnicos, produtores e acadêmicos, além da geração de pesquisas e tecnologias aplicadas ao setor agropecuário. 

A estrutura física do Lactec foi construída com recursos da Finep, tendo contrapartida do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt).  O  Ruraltins, um dos principais parceiros da Universidade, fez a aquisição dos equipamentos e as adequações necessárias para o uso compartilhado das instalações, no sentido de conduzir de maneira segura as orientações quanto as boas práticas na produção e manipulação de alimentos. Os equipamentos que compõem a cozinha industrial do Lactec foram adquiridos com recursos provenientes do Projeto Cerrado Jalapão, promovido entre o governo brasileiro e o governo alemão.

A inauguração do Laboratório de Ciência e Tecnologia de Alimentos foi feita pelo Reitor da Unitins, Augusto Rezende, e pelo presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda. Em seu pronunciamento o titular do Ruraltins destacou a parceria com a Unitins para o fortalecimento e o desenvolvimento do setor agropecuário tocantinense.  “Trabalhamos em muitas mãos para que  os produtores e a extensão rural possam chegar mais longe, fomentando a geração de emprego e renda. Buscamos ajudar os agricultores familiares a comercializar seus produtos da porteira pra fora, com  competitividade e agregação de valor. Esse é um dos nossos objetivos, e juntos, pesquisa, extensão rural, produtor e a classe acadêmica alcançaremos os resultados desejados”, disse. 

Para o reitor da Unitins, Augusto Rezende, as transformações também acontecem a partir do momento que as instituições se unem. “ A Unitins tem na sua missão ser responsável pelo desenvolvimento de regiões, e a parceria com o Ruraltins, que trabalha em prol do crescimento do Tocantins, é muito bem-vinda.  Os projetos têm resultados e efetividade a partir do momento que as instituições se unem e obtém resultados. E isso estamos vendo aqui hoje, onde tudo só tem valor se tiver movimentando ciência, extensão, pesquisa e alunos, agregando valor. As instituições precisam ser protagonistas e responsáveis por ajudar os produtores a acessar o mercado, por meio da pesquisa, orientação e a disponibilidade de materiais para que coloquem a disposição seu produto, e assim a gente faz a roda do desenvolvimento e da pesquisa girar”, ressaltou.

Participantes 

A inauguração do Laboratório de Ciência e Tecnologia de Alimentos foi acompanhada também pelo representante da Superintendência Federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Tocantins, Humberto Simão, Guilherme Burns, gerente do Serviço de Inspeção Municipal de Palmas, Daniel Fragoso, da Embrapa, pelo vice-presidente do Ruraltins, José Anibal Lamattina, e o diretor de Tecnologia, Ciência e Inovação, Kin Gomides, dentre outras autoridades e servidores das instituições parceiras. 

Primeira Oficina

Após a inauguração do Latec, teve início o Curso de Agroindústrias do Cerrado, a primeira capacitação na unidade. Coordenada pelo Ruraltins e Unitins,  a oficina ocorre até esta quinta-feira, 18, sendo voltada para os engenheiros de alimentos do órgão, dentre outros profissionais. 

A programação conta com temas sobre processo de licenciamento nos órgãos de Vigilância Sanitária, regulamentação de polpa e suco de frutas, aproveitamento integral de frutos do cerrado, o passo a passo para elaboração de projetos agroindústrias de fábricas de frutas, produtos regionais de alta demanda e plantas alimentícias não convencionais, além de oficinas práticas sobre processamento de frutos e outros alimentos.

Fabiano Miranda em seu pronunciamento destacou a parceria com a Unitins para o fortalecimento e o desenvolvimento do setor agropecuário tocantinense. - Delfino Miranda file_download
Para o reitor da Unitins, Augusto Rezende, as transformações também acontecem a partir do momento que as instituições se unem - Delfino Miranda file_download
Após a inauguração do Latec, teve inicio a primeira capacitação na unidade. - Delfino Miranda file_download
Coordenado pelo Ruraltins e Unitins, até esta quinta-feira, 18, ocorre o Curso de Agroindústrias do Cerrado, voltado para os engenheiros de alimentos do órgão, dentre outros profissionais. - Delfino Miranda file_download
keyboard_arrow_up