Ruraltins e UFT firmam termo de cooperação para difusão de tecnologias no setor agropecuário

Assinatura do documento foi feita pelo presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, e pelo reitor da UFT, Luis Eduardo Bovolato
por Lúcia Brito/Governo do Tocantins
-
Na foto Presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, reitor da UFT, Luis Eduardo Bovolato e diretor de Inovação Tecnológica Kin Gomides - Foto: Ruraltins file_download

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT) assinaram nesta terça-feira, 16, um protocolo de intenções que visa cooperação mutua na execução de atividades de transferência e difusão de tecnologias para a produção agropecuária.

A assinatura do documento foi feita pelo presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, e pelo reitor da UFT, Luis Eduardo Bovolato, no campus de Palmas. O diretor de Inovação, Ciência e Tecnologia do Ruraltins, Kin Gomides também participou do encontro.   

No acordo estão previstas, dentre outras obrigações, o desenvolvimento de pesquisas em campo, a participação de alunos de graduação e pós-graduação da universidade, por meio de estágios, nas atividades desenvolvidas pelo órgão rural, palestras e cursos com supervisão técnica, assim com a cessão do Laboratório de Tecnologia de Alimentos, da UFT, para a realização de trabalhos.  

Para o titular do Ruraltins, a celebração dessa parceria fortalece e valida uma série de atividades que já vem sendo desenvolvidas entre as duas instituições. “Essa união dinamiza nosso trabalho, pois temos demandas de produção de pesquisa junto com a universidade. Esse termo permite ampliar nossa capacidade de atuação, tanto no campo da pesquisa quanto na extensão rural, buscando soluções para os projetos que o produtor e a sociedade precisam”, avaliou.

O reitor da UFT ressaltou que o termo abre um canal de comunicação entre a universidade e o setor rural. “O Ruraltins é uma instituição estadual que trabalha muito ligado a classe produtora, principalmente com o pequeno produtor rural, procurando levar acesso à informação, a tecnologia e extensão rural. A Universidade por sua vez desenvolve pesquisas nessa área referente a ciências agrárias, e muitas vezes precisa de um canal de comunicação para levar aquilo que é desenvolvido de pesquisa dentro da universidade e que possa ter uma aplicação prática para o produtor. Então, o Ruraltins pode nos auxiliar nessa etapa de transferência de tecnologia e na testagem de inovações para que o produtor rural tenha acesso a diferentes tecnologias. É importante esse tipo de cooperação, pois ambas instituições se fortalecem”, disse.

Protocolo de intenções visa cooperação mutua na execução de atividades de transferência e difusão de tecnologias para a produção agropecuária. - Ruraltins file_download
Protocolo de intenções para execução de atividades de transferência e difusão de tecnologias para a produção agropecuária. - Ruraltins file_download
keyboard_arrow_up