Governo do Tocantins apoia organização de piscicultores para criação de peixes em tanques rede no lago de Porto Nacional

Com o intuito de unir e organizar os produtores está sendo formada a Associação de Piscicultores do município
por Lúcia Brito/Governo do Tocantins
-
Criação da Associação vai trazer benefícios tanto para o município quanto para os associados e futuros piscicultores - Foto: Ruraltins/Governo do Tocantins - Foto: Lúcia Brito

A cadeia produtiva da piscicultura vem se estruturando no Tocantins e alcançando importantes transformações, demonstrando que pode ser uma atividade promissora e lucrativa para os produtores, sobretudo com o aumento de sua representatividade na economia e na segurança alimentar.

Nesse sentido, com o intuito de unir e organizar os produtores de peixe de Porto Nacional, o Governo do Tocantins, dá o primeiro passo para a formação da Associação de Piscicultores do município, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh); da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro); do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), da Prefeitura Municipal e da Colônia de Pescadores Z 04.

Com esse objetivo, na manhã desta quarta-feira, 14 de julho, o gerente de Pesca e Aquicultura do Ruraltins, Andrey Costa, conduziu uma reunião com os membros da Colônia de Pescadores para a formalização da associação, e assim dar inicio ao desenvolvimento da piscicultura em Porto Nacional e região,  por meio da criação de peixes em tanques rede no lago formado pela Usina Hidrelétrica (UHE) Luis Eduardo Magalhães. 

“Essa foi a primeira reunião para a criação da Associação de Piscicultores de Porto Nacional, onde contamos com todo trabalho, apoio e empenho do escritório regional do Ruraltins, na pessoa do Supervisor Willians Silva Luz. E assim que terminamos os tramites legais de toda a documentação, e após a constituição da associação, vamos fazer o projeto para solicitar a área de implantação do Parque Aquícola de Porto Nacional. Com isso estamos resgatando um anseio antigo dos pescadores da região em uma ação conjunta, que pela primeira vez reuni várias pastas do governo estadual e o município, em todo processo, onde o Governo do Tocantins trabalha para propiciar o desenvolvimento da piscicultura”, disse o gerente, Andrey Costa, complementando que na oportunidade foi apresentada a experiência de sucesso da produção de tilápias em tanques rede no parque aquícola de Brejinho de Nazaré, pelo extensionista Luciano Domingos. 

Conforme Valdemir Alves Costa Filho, há nove anos como presidente da Colônia de Pescadores Z 04,  a criação da Associação de Piscicultores é importante para a economia do município e fortalecimento dos produtores. 

“Para nós é uma satisfação muito grande conseguir concretizar projetos de criação de peixes em tanques rede que conhecemos desde 2010, por meio do antigo Ministério da Pesca, quando teve politicas voltadas para esse sistema, só que infelizmente foi um projeto que não decolou. Mas agora, com esse novo projeto totalmente diferente, que chega com a criação de uma Associação que vai gerir a área aquícola, em parceria com o Governo do Estado, por meio do Ruraltins e Prefeitura Municipal de Porto Nacional acreditamos que, desta vez, vamos conseguir. A criação da Associação vai trazer benefícios tanto para o município quanto para nós, associados e futuros piscicultores, porque vai permitir que se desenvolva uma atividade competitiva e assim diminuir a pressão sobre os estoques pesqueiros, porque um dos grandes entraves para a criação de peixes em tanques rede era a comercialização, que era tímida. Hoje, essa comercialização é crescente, cada vez mais, e se você tiver produção com certeza o mercado vai absorver toda ela. Estamos muito otimistas em todo esses aspectos. Ainda não temos a experiência de criação em tanques rede, só a teoria, mas com capacitação e assistência técnica do Ruraltins, um dos grandes apoiadores dos nossos projetos, acreditamos que tudo vai dar certo, tudo  vai se encaixando e conspirando a nosso favor”, avaliou o presidente da colônia.

Termo de Cooperação

A criação da associação de piscicultores dá sequencia aos trabalhos constantes no Termo de Cooperação Técnica firmado com o município de Porto Nacional para a execução dos serviços de assistência técnica e extensão rural visando o desenvolvimento da piscicultura. Equipes de técnicos do Ruraltins, da Prefeitura de Porto Nacional e da Colônia de Pescadores Z 04  já realizaram a demarcação da área propicia para a instalação do Parque Aquícola. Os dados levantados vão compor o projeto do parque que será enviado ao Ministério da Aquicultura e Pesca solicitando a legalização para que os pescadores recebam a cessão de uso da área aquícola que corresponde a 10 hectares de lâmina d’água, com capacidade produtiva de 2 mil toneladas de peixes por ano, beneficiando inicialmente mais de 30 famílias de pescadores. 

Ruraltins coordena primeira reunião para a criação da Associação de Piscicultores de Porto Nacional - Ruraltins/Governo do Tocantins - Lúcia Brito
Parque Aquícola terá capacidade produtiva de 2 mil toneladas de peixes por ano - Ruraltins/Governo do Tocantins - Lúcia Brito
keyboard_arrow_up