Beneficiários do Programa de Fomento às Atividade Produtivas recebem orientações para a execução da primeira parcela do Recurso

Programa visa a oferta de assistência técnica e transferência direta de recursos financeiros no valor de R$ 2,4 mil
por Edvânia Peregrini/Governo do Tocantins
-
Beneficiários do Programa de Fomento às Atividade Produtivas recebem orientações para a execução da primeira parcela do Recurso

Com a liberação da primeira parcela do Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais, técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) do escritório local Buriti reuniram nesta quarta-feira, 29, com os beneficiários do município de Buruti; e reúnem na manhã desta quinta-feira, 30, com os de São Sebastião para orientá-los na execução do recurso. 

A primeira parcela, no valor de R$ 1,4 mil beneficiou oito famílias Buriti, e seis em São Sebastião. Ainda em fase de execução, e correções, o programa prevê beneficiar 711 famílias em todo o Estado com o total de R$ 2,4.

Nesses municípios a maioria dos projetos são para avicultura (caipira melhorado); suinocultura, piscicultura e produção de hortaliças e milho verde. E, para orientar esses beneficiários, o extensionista do Ruraltins, Ricardo Teles Schmidt, falou sobre os objetivos do programa, e o administrador José Jean Torquato Gonçalves conduziu uma palestra sobre “Planejamento e Controle da Produção na Agricultura Familiar”, visando instruí-los a executar os recursos da melhor madeira possível.

A produtora de Buruti, Marcilene Marra, é uma das beneficiárias do programa e conta que com a primeira parcela já conseguiu dar andamento nos seus projetos, comprando pintinhos, ração e mangueiras para o cultivo de hortaliças e milho verde.

A ação conta com o apoio das prefeituras locais, por meio dos secretários de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário de Buriti, José Felipe Tavares de Almeida; e de Meio Ambiente, Agricultura, Pecuária, Indústria, Comércio e Saneamento de São Sebastião, Genizia Paula Ferreira Lima.

Em São Sebastião, o encontro conta com a presença do engenheiro agrônomo da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Marcos Monteiro, que também é fiscal na execução do programa. Além da reunião ele também vai visitar algumas propriedades beneficiadas.

Programa

Firmado em 2016 e com início da execução em 2017, o Fomento tem por objetivo promover a inclusão social das famílias que vivem em vulnerabilidade social, com a oferta de assistência técnica e transferência direta de recursos financeiros. 

Com execução em todo o estado, o programa já beneficiou até o momento 1.257 famílias e em razão do bom desempenho do Estado, foi aditivado até junho de 2022, sendo inseridas mais 711 famílias.

Este é um acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Estado e o Ministério da Cidadania, com repasses diretos aos produtores selecionados, cabendo ao Estado, no caso ao Ruraltins, o custo operacional do termo de cooperação, oferecendo orientação, treinamento aos agricultores, elaboração e acompanhamento dos projetos.

Jean Torquato Gonçalves conduziu uma palestra sobre “Planejamento e Controle da Produção na Agricultura Familiar -
Em São Sebastião, o encontro conta com a presença do engenheiro agrônomo da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Marcos Monteiro, que também é fiscal na execução do programa -
A primeira parcela, no valor de R$ 1,4 mil beneficiou oito famílias Buriti, e seis em São Bento -
keyboard_arrow_up