Procon Tocantins realiza pesquisa de preços para o Dia de Finados e encontra variação de até 114,44%

A pesquisa realizada nesta quarta-feira, 27, em Palmas, apresentou itens com preços entre R$ 13 a R$ 290, um índice de variação que chega a 114,44%.
por Luciene Lopes/Governo do Tocantins
-
A pesquisa de preços, para o Dia de Finados, encontrou variação de até 114,44% em itens comercializados entre R$ 13 a R$ 290 - Foto: Foto: Procon/Goveno do Tocantins file_download

Na próxima terça-feira, 02, é designado o Dia de Finados. Com a chegada da data o mercado de produtos voltados para o segmento ganha uma movimentação vultosa em razão de milhares de pessoas que procuram por produtos específicos para homenagear os seus entes queridos.

Para auxiliar o consumidor nesse momento, o Procon Tocantins traz uma recente pesquisa de preços realizada nesta quarta-feira, 27, em quatro estabelecimentos na capital, onde o levantamento avaliou 18 itens, dentre eles, vasos de lírios, crisântemos, bola belga, azaléia e violeta, bem como rosas, margaridas e coroas. 

O item que atingiu maior variação de preços foi o vaso de kalanchoe número 15, com variação de 114,44%, vendido entre R$ R$ 13,99 e R$ R$ 30,00.  A pesquisa apontou, em segundo lugar, o vaso de begônia grande, com variação de 103,78%, comercializado entre R$ R$ 26,99 e R$ R$ 55,00. Já em terceiro lugar, vem o vaso médio de lírio, com variação de 96,51%, com preços entre R$ 22,90 e R$ R$ 45,00. 

Entre as coroas de flores, o item que apresentou maior índice de variação, 93,33%, foi a coroa artificial grande, vendida entre R$ R$ 150,00 e R$ R$ R$ 290,00.

Para o superintendente do Procon Tocantins, Valter Viana, esse levantamento de preços é de suma importância para este momento onde o consumidor está voltado para, de alguma forma, homenagear os seus entes queridos. “As pesquisas nos permitem constatar se a variação de preços está dentro dos parâmetros ou se há excessos, uma vez que com o aumento da procura é possível que haja variação nesses valores, considerando, ainda, as diferentes peculiaridades dos fornecedores. Nosso dever é orientar o consumidor antes das compras para que ele faça suas aquisições com preços mais acessíveis”, comentou o gestor do órgão de defesa do consumidor. 

Já o gerente de fiscalização do órgão, Magno Silva, conclama ao consumidor a estar sempre atento aos seus direitos e no momento que sentir-se lesado, não se esquive de denunciar, “pois é também com a participação do consumidor que realizaremos um trabalho de excelência”, lembra o gerente. 

Dica para os consumidores

O Procon reforça aos consumidores que realizem suas compras com antecipação pois, de acordo com as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), é aconselhável evitar aglomerações em virtude da pandemia do coronavírus (COVID-19).  

Denúncia   

E, para atender as reclamações e denúncias o consumidor pode entrar em contato através do disque denúncia 151 ou utilizar o Wahts Denúncia (63) 9-9216-6840. Para formalizar a queixa, o cidadão também pode acessar o site www.to.gov.br/procon. É importante que ao procurar o Procon, o cidadão venha munido de documentos pessoais e provas que comprovem a denúncia como cupons, notas fiscais, fotos, vídeos  ou prints.

  Link da pesquisa de preços no site do Procon:  https://central.to.gov.br/download/267967

O Procon orienta os consumidores a realizarem as compras com antecipação para evitar aglomerações em virtude da pandemia do coronavírus - Foto: Procon/Goveno do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up