Ação do Procon Tocantins em alusão ao Outubro Rosa reforça as medidas de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e colo de útero

Nesta sexta-feira, 1º, houve a distribuição do símbolo que marca a causa, no núcleo de Taquaralto e na Superintendência, no centro da capital.
por Kaliton Mota/Governo do Tocantins
-

O mês de outubro é conhecido mundialmente como “Outubro Rosa”, período marcado por ações relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e colo de útero. No intuito de conscientizar os servidores do órgão quanto ao diagnóstico e prevenção da doença, o Procon Tocantins, por meio da Gerência de Atendimento e Educação para o Consumidor (GAEC), promoveu, nesta sexta-feira, 1º, a distribuição do símbolo que marca a causa, no núcleo de Taquaralto e na Superintendência, no centro da capital.

De janeiro a setembro deste ano 90 casos de câncer de mama e 71 de câncer de colo de útero foram registrados no Estado, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“A campanha do Outubro Rosa exige de todos nós atitudes responsáveis na adoção de medidas para conter o avanço de casos da doença em nosso Estado”, pontua Roni Glebison Lira dos Santos, técnico de educação ao consumidor da GAEC.

O superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, que esteve presente durante a ação, destaca a preocupação do órgão de defesa do consumidor com todos os tocantinenses e, em especial, com os servidores do órgão.

“Os dados da SES nos colocam em alerta. Nós do órgão de defesa do consumidor abraçamos a causa e nos colocamos à disposição de outras instituições no sentido de difundir informações pontuais quanto a prevenção e cuidados com a doença” destaca Viana.

Outubro rosa

O Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama e, mais recentemente câncer de colo de útero e proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, além de contribuir para a redução da mortalidade.

-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
keyboard_arrow_up