Hospital de Combate à Covid-19 do Tocantins celebra mais de mil vidas salvas em um ano de funcionamento

Unidade atua com foco no atendimento humanizado, seguro e de qualidade
por SES/Governo do Tocantins*
-
Entre as milhares de vidas salvas, a história de Amanda Rodrigues, de 35 anos, ganhou um capítulo especial - Foto: SES/Governo do Tocantins

Mais de mil vidas salvas em um ano de atendimento. Este é o saldo do Hospital Estadual de Combate à Covid-19 (HECC), inaugurado exclusivamente para tratamento das vítimas da pandemia do novo Coronavírus. A unidade é custeada pelo Governo do Tocantins e gerenciada pelo Instituto Saúde e Cidadania (ISAC).

Entre as milhares de vidas salvas, a história de Amanda Rodrigues, de 35 anos, ganhou um capítulo especial. Após passar nove dias internada, ela chegou a pensar que perderia a oportunidade de ver a filha crescer e que ficaria sem realizar o sonho de um dia se casar. No dia da alta, no entanto, ela foi surpreendida, pelo então namorado, com um pedido de casamento.

“Aquele dia vai ficar marcado na minha história e de toda a minha família. O cuidado e carinho que eu recebi no hospital desde o primeiro dia foram essenciais para minha recuperação e para que eu conseguisse continuar conquistando meus sonhos. Serei eternamente grata”, relembra Amanda Rodrigues.

Melhorias

Preparado para atender 70 pacientes, dos quais 60 em leitos clínicos e dez em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o Hospital Estadual de Combate à Covid-19 está em funcionamento desde agosto de 2020. Todo o processo de implantação foi conduzido pelo ISAC, por meio de gestão compartilhada com o Governo do Tocantins.

Durante este primeiro ano de funcionamento, todos os colaboradores atuam com base na Trilha Vital de Governança Assistencial. Eles recebem capacitação contínua para melhoria dos processos, fluxos e rotinas com base na segurança do paciente e do profissional.

A diretora do HECC, Cynthia Rosa, destaca o compromisso e os cuidados diários da unidade para garantir a segurança de todos os colaboradores e os usuários. “Todos os profissionais passam por integração na admissão e recebem treinamentos semanais de paramentação, desparamentação, higienização das mãos, dentre outros. Eles são acompanhados diariamente pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e pela área de Segurança do Trabalho”, detalha.

A unidade registrou 1.559 atendimentos desde a inauguração até agosto de 2021. Desse total, 1.121 foram altas médicas e 149 óbitos.

Gestão ISAC

Atualmente, o ISAC gerencia 109 leitos públicos de UTI Covid-19 no Tocantins, a maioria deles regulados pelo Governo do Estado. Outros são custeados pela Prefeitura Municipal de Araguaína.

São 10 leitos no HECC, em Palmas; 10, no Hospital Municipal de Campanha de Araguaína; 6, no Hospital Municipal de Araguaína; 30, na UTI Covid-19 do Hospital Geral de Palmas (HGP); 17, na UTI Covid-19 do Hospital Regional de Araguaína (HRA); e 36, na UTI Covid-19 do Hospital Regional de Gurupi (HRG).

O diretor técnico do HECC, Cléber Henrique da Silva, comenta sobre como tem sido o desafio do enfrentamento à covid-19. “O novo Coronavírus continua sendo hoje o maior desafio atual da saúde pública. O enfrentamento dele depende da nossa atuação nas unidades de saúde, de ações governamentais e do respeito às medidas preventivas pela população”, destaca.

Cléber Henrique da Silva considera positiva a atuação do Governo do Tocantins na gestão da pandemia no Estado. “Em pouco mais de um ano de combate à covid-19, mesmo diante de desafios como o aumento do número de casos da doença e as dificuldades para aquisição de insumo e contratação de pessoal que vivenciamos no mundo, os resultados das nossas unidades mostram que é possível fazer assistência à saúde pública com excelência e humanização”, conclui.

 

 

* Com informações do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC)

HECC salva mais de mil vidas em um ano de atendimento - SES/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up