Seminário de Pesquisa e Biodiversidade do Tocantins reúne mais de 100 pesquisadores em evento on-line

Ocasião foi promovida pelo Naturatins em parceria com o Nujor/UFT
por Thuanny Vieira/Governo do Tocantins
-
O evento foi promovido pelo Naturatins em parceria com o NUJOR-UFT, e com apoio da Daplan Reflorestamento. - Foto: Naturatins/Governo do Tocantins

Nos dias 23 e 24 de setembro o I Seminário de Pesquisa e Biodiversidade do Estado do Tocantins reuniu, de forma virtual, mais de 100 acadêmicos, professores, pesquisadores e profissionais da área, que trocaram experiências por meio de mesas redondas, palestras e exposições orais. O evento foi transmitido pelo canal do YouTube do Nujor e segue disponível para visualização.

Além de participantes do Tocantins, o Seminário contou com a presença de pesquisadores de outros estados, como Goiás, Pará, São Paulo e Minas Gerais, e possibilitou espaço para apresentação das pesquisas desenvolvidas na região.

É o caso da acadêmica de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Lia Pereira Oliveira, que expôs sua pesquisa, desenvolvida ao longo de três anos, sobre o Inventário de Tabanidae (Diptera) do Centro de Pesquisas Cangaçu, em Pium, no interior do estado. “Esses espaços são essenciais. Precisamos nos aproximar da sociedade para que mais pessoas entendam o que é Biodiversidade e sua importância”, comenta a pesquisadora. 

Pesquisa no Tocantins

O evento, promovido pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) em parceria com o Núcleo de Pesquisa, Extensão e Práticas Jornalísticas da UFT (NUJOR), e com apoio da Daplan Reflorestamento e da Universidade Federal do Tocantins (UFT), deve também ser utilizado para a construção de um banco de dados que vai subsidiar as ações futuras do Naturatins. 

Foram selecionados 42 resumos de trabalho para compor os anais do evento. O documento servirá de registro para o Naturatins e para toda a pesquisa em biodiversidade no Brasil. “Estamos muito felizes com o sucesso do evento. Iniciamos o planejamento ainda em 2019 e devido a pandemia ele foi adiado, mas conseguimos nos adaptar e engajar os interessados no assunto a participarem conosco desse momento crucial de fomento à pesquisa e à conservação das nossa biodiversidade”, ressalta a bióloga e técnica da Gerência de Pesquisa e Informações da Biodiversidade do Naturatins, Angélica Beatriz.

“Como colaboradores do evento, sentimos que seria importante aproximar a pesquisa em biodiversidade da divulgação pelos meios de comunicação, tanto para expandir o alcance das pesquisas quanto para estimular a consciência sobre a temática. Estamos muito satisfeitos com o resultado e esperamos esperamos colher muitos frutos desse evento”, afirma a coordenadora do Nujor/UFT, Prof. Dra. Marluce Zacariotti.

Carta de Palmas

O seminário foi encerrado com a leitura da Carta de Palmas, que contou com as expectativas, pensamentos e compromissos da comissão organizadora, do comitê científico, dos palestrantes e mediadores do evento acerca do atual cenário da biodiversidade. “Fazemos um chamamento para a sociedade e aos poderes públicos para assumirmos um compromisso com a nossa sobrevivência e das próximas gerações, bem como  a conservação da natureza, realização de políticas públicas com ênfase na sustentabilidade, ao planejamento para gestão, manejo e conservação da bacia hidrográfica  Tocantins-Araguaia e ao fomento da pesquisa em biodiversidade”, convocou Angélica Beatriz em nome de todo o evento, convidando ainda para a próxima edição.
 

Os 42 resumos selecionados pelo evento servirá de registro para o Naturatins e para toda a pesquisa em biodiversidade no Brasil. - Naturatins/Governo do Tocantins
O seminário possibilitou espaço para apresentação das pesquisas desenvolvidas na região. - Naturatins/Governo do Tocantins
O evento contou com a presença de pesquisadores de outros estados, como Goiás, Pará, São Paulo e Minas Gerais. - Naturatins/Governo do Tocantins
O I Seminário de Pesquisa e Biodiversidade do Estado do Tocantins reuniu, de forma virtual, mais de 100 acadêmicos, professores, pesquisadores e profissionais da área. - Naturatins/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up