Naturatins iniciou distribuição de mudas para produtores da região de Taquaruçu Grande

O intuito da ação é a recuperação das áreas degradas dessas propriedades durante o período da estiagem e incêndios florestais.
por Ana Elisa Martins/Governo do Tocantins
-
Naturatins distribui mudas cultivadas pelo Parque Estadual de Lajeado para produtores de Taquaruçu Grande. - Foto: Fernando Alves/Governo do Tocantins file_download

Na última quarta-feira, 18, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) iniciou a distribuição de mudas nativas do Cerrado para os produtores que ficam no em torno do Parque Estadual do Lajeado (PEL), da região de Taquaruçu Grande. Nesta fase já foram distribuídas 630 mudas que fazem parte da produção das 58 mil mudas cultivadas dentro do Parque.

A ação faz parte do programa Restaura-TO, lançado pelo Governo do Tocantins com o intuito de recuperar as áreas degradas do estado durante o período de estiagem e incêndios, promovendo assim o reflorestamento, principalmente em áreas de recargas hídricas e vegetação ciliar nas margens dos rios. Ao longo deste mês de novembro, o Naturatins pretende doar um pouco mais de 50 mil mudas para o reflorestamento nas propriedades dos produtores da região do Parque.

Vanessa Braz é gerente de suporte de desenvolvimento socioeconômico do Naturatins e coordenadora da ação e, segundo ela, “com essas mudas cultivadas no Parque Estadual do Lajeado, com 31 espécies nativas do cerrado, o Naturatins promove não só o reflorestamento dessas áreas, como devolve ao bioma do Cerrado, que é tão castigado no período da seca e dos incêndios, as suas condições naturais de cobertura vegetal”.

O produtor e proprietário da Estância Marina, em Taquaruçu Grande, Ruy Bucar, recebeu do Naturatins cerca de 220 mudas que, de acordo com ele, irão compor as mais de quatro mil que ele já plantou, “Já plantamos mais de quatro mil mudas em nossa propriedade e, com essa parceria do Naturatins com os produtores da região, vamos continuar trabalhando para ampliar a mata ciliar do ribeirão Taquaruçu Grande, a grande bacia hidrográfica que é fonte de água potável de Palmas e que tem sofrido todo tipo de agressão, principalmente a destruição da mata ciliar”.  Para o produtor, a ação do Naturatins contribui para a melhoria das águas da região, “Então essa ação do Naturatins é muito importante para recuperar a vazão do córrego e melhorar a qualidade das águas de Palmas” concluiu o produtor. 

Já para o chacareiro João Beltrão, que também recebeu mudas do Naturatins, a ação irá contribuir para o reflorestamento da mata ciliar da beira do córrego que passa em sua propriedade, de acordo com ele “Essa ação é muito importante, porquê, embora não desmatamos a mata ciliar da beira do córrego, com o fluxo de pessoas passando acabou abrindo muito e então temos que reflorestar, e se o Naturatins não tivesse doado essas mudas para gente eu ia comprar. As covas já estão até abertas aqui”. Já para a sua esposa, Olinda Saraiva, a ação traz retono para os próprios produtores, “A gente observa que se a gente plantar, nós teremos uma área mais conservada, então as nascentes vão melhorar até para nós, e o assoreamento vai ser menor para o nosso local, nossa chácara. Além de melhorar o clima também” nos conta a esposa.

Para Lyon Cardoso, inspetor de recursos naturais do Parque, a importância dessa ação é promover a aproximação do Parque e do Naturatins à comunidade local, de acordo com o Inspetor, “A importância dessa ação é que a gente mantém mais o contato com a comunidade. A gente sempre tem o apoio deles não só no preventivo como no combate aos incêndios, mas essas ações de mudas faz com que a gente continua mantendo essa relação estreita com eles”.

O brigadista do Parque, Adenilton Pereira, ajudou no cultivo das mudas e diz que se sente realizado com a ação. De acordo com ele “Sabendo que organizando essas mudas elas vão para o chão de novo para o pessoal, e reflorestar alguns lugares que precisam me faz sentir bem realizado. É muito bom estar ajudando nesse processo de reflorestamento e na batalha para estar distribuindo elas” disse o brigadista animado. 

Distribuição de Mudas

A ação vai até o dia 26 de novembro e prevê a distribuição de 58 mil mudas não só para os produtores da Área de Proteção Ambiental, como também prever a distribuição de mudas para as prefeituras do estado, com até 250 exemplares e pessoas físicas, com até 50 unidades, que tenham o  interesse em adquirir.

A solicitação deverá ser registrada através do e-mail gsdsenaturatins@gmail.com e o responsável terá o prazo de cinco dias úteis, para retirar por conta própria seus pedidos diretamente no viveiro do Parque Estadual do Lajeado. Após o prazo, a autorização para retirada de mudas do viveiro expira. Serão entregues mudas de espécies variadas, não sendo permitido fazer escolhas.

O intuito da ação é a recuperação das áreas degradas no período de estiagem e incêndios. - Fernando Alves/Governo do Tocantins file_download
Foram cerca de 630 mudas doadas durante a ação da quinta-feira. - Fernanda Alves/Governo do Tocantins file_download
O programa prever a doação de um pouco mais 50 mil mudas para os produtores da região. - Fernanda Alves/Governo do Tocantins file_download
O Parque cultivou 58 mil mudas e mapeou os lugares mais necessitados de reflorestamento para o programa. - Fernando Alves/Governo do Tocantins file_download
O foco das doações das mudas está nos produtores que ocupam as áreas de recargas hídricas e vegetação ciliar nas margens dos rios. - Fernando Alves/Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up