Comitê Estadual do Fogo recebe doação de R$ 100 mil para locação de veículos para atender brigadas

O recurso será destinado à locação de veículos para brigadistas que irão combater incêndios no período de estiagem no Tocantins
por Assessoria Energisa
-
F.3000 - Assinatura reuniu o comando geral do CBMTO e diretores da Energisa no QCG da corporação, em Palmas - Foto: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Ar seco, ventos fortes e baixa umidade são características marcantes do período de estiagem. E o resultado, o tocantinense já conhece: aumento de queimadas. Para reforçar o combate aos incêndios, o Comitê do Fogo recebeu R$ 100 mil para a locação de veículos para os brigadistas.

Para o comandante geral do Corpo de Bombeiros, a demanda é grande, pois a previsão é que as queimadas aumentem este ano. “Este é um momento crítico no Tocantins, ano a ano a gente passa por essa situação e é muito importante essa parceria com a iniciativa privada, pois todo o esforço que vier é bem-vindo”, ressaltou o coronel.

“Para a Energisa é um prazer imenso fazer parte desse processo, até porque a concessionária também é vítima das queimadas, pois, muitas vezes, atingem nossas redes. Além disso, nós já somos parceiros do Comitê e fizemos diversas doações, como equipamentos, drones e, agora, essa contribuição de recursos para a locação de veículos”, afirmou o diretor de relações institucionais da Energisa, Alankardek Moreira.  

“Percebemos a necessidade de nosso Estado e nos sentimos na obrigação de fazer parte dessa ação, tanto viabilizando o deslocamento e quanto buscando outras parcerias também. Nós estamos comprometidos a continuar apoiando o Comitê do Fogo e esperamos que seja útil”, comentou o diretor técnico e comercial da Energisa, Guilherme Damiance.  

Participaram da assinatura do termo de doação o diretor de relações institucionais da Energisa, Alankardek Moreira, o diretor técnico e comercial da Energisa, Guilherme Damiance, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros e Coordenador Estadual da Defesa Civil, Coronel Reginaldo Leandro da Silva, a secretária estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida, o diretor-presidente da Fundação Pró-Tocantins, Coronel Luiz Cláudio Benício, entre outros colaboradores da Energisa, integrantes da fundação e do Corpo de Bombeiro.

Focos de calor

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Tocantins é o segundo estado brasileiro com o maior número de focos de calor, com mais de 4.357 focos registrados em 2021.  

Além dos danos às redes de eletricidade, as queimadas anuais provocam outros prejuízos, como o empobrecimento do solo e poluição. “Seja no campo ou na cidade, as pessoas devem redobrar a atenção. Orientamos o produtor rural a se informar com os órgãos responsáveis, como a Secretaria de Meio Ambiente, Sindicato Rural do seu município ou o Naturatins, onde poderá obter orientações sobre técnicas que substituam a necessidade de uma queimada”, instrui o analista de Meio Ambiente da Energisa Tocantins, Miguel Pinter.  

Comitê do Fogo

Como forma de prevenir e combater os prejuízos causados pelas queimadas, a Energisa integra o Comitê do Fogo e atua com um plano estratégico voltado para a melhoria do fornecimento de energia. Além disso, também apoia os órgãos no combate aos incêndios em todo o estado. Nos últimos anos, a empresa realizou a doação de equipamentos de combate a incêndios florestais, como drone, sopradores e bombas d’água costais, para a Defesa Civil Estadual.  

Com o clima seco e os ventos fortes, as chamas se espalham mais rápido, tornando muito mais difícil o controle. Por isso, é importante seguir algumas orientações:  

- Evite queimadas em áreas próximas às redes elétricas;

- Procure fazer “aceiros” em cercas para controlar o fogo;  

- Respeite a “faixa de servidão” ao realizar o plantio;  

- É proibido realizar queimadas a menos de 15 metros de rodovias, ferrovias e do limite das faixas de segurança das linhas de transmissão e de distribuição de energia;  

- Evite queimar lixos e entulhos, jogar garrafas de vidro, pontas de cigarro ainda acesas e latinhas no encostamento de rodovias, pois podem provocar incêndios;

- Realizar queimadas sem autorização do Naturatins é crime;  

- Apague, com água, ou abafe, com terra, qualquer resto de fogo em acampamentos;  

Ao identificar um foco de incêndio, avise o Corpo de Bombeiros (193). Se for próximo à rede elétrica avise também a Energisa (0800 721 3330).

F.3000 - Assinatura reuniu o comando geral do CBMTO e diretores da Energisa no QCG da corporação, em Palmas

F.3001 - Assinatura reuniu o comando geral do CBMTO e diretores da Energisa no QCG da corporação, em Palmas.

F.3001 - Assinatura reuniu o comando geral do CBMTO e diretores da Energisa no QCG da corporação, em Palmas - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up