Gestores do Sistema Penal e chefes das Unidades Penais se reúnem para discutir sobre valorização e saúde mental do servidor

Durante a reunião foram alinhadas questões relacionadas à valorização e saúde mental dos servidores, e protocolos de trabalho
por Márcia Rosa/Governo do Tocantins
-
Além de alinhar protocolos de trabalho, a reunião contou com momentos de comunhão, fé e saúde mental - Foto: Márcia Rosa/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) promoveu nesta quinta-feira, 09, reunião entre os gestores do Sistema Penal e chefes das Unidades Penais, em Palmas. Na pauta estavam questões relacionadas à valorização e saúde mental dos servidores, e alinhamento dos protocolos de trabalho.

O superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Penal da Seciju, Orleanes Alves, reforça que reuniões de trabalho com momentos de comunhão, fé e saúde mental interferem positivamente na gestão das unidades penais. “Esses encontros são essenciais para o bom andamento da prestação dos serviços dos policiais penais e servidores que trabalham na execução penal. Hoje, além de abordarmos a saúde mental dos nossos policiais penais, fizemos um balanço geral sobre as práticas e protocolos diários, também abordamos assuntos referentes à polícia penal, falamos sobre o Plano de reestruturação, Reaparelhamento e Readequação do Sistema Penal e traçamos metas”, explica.

De acordo com o chefe da Unidade Penal de Taguatinga, Wallas Lima de Azevedo, reuniões pautadas na busca por melhores condições de trabalho e valorização dos servidores têm dado resultados positivos. “Quando conjugamos saúde mental e alinhamento de trabalho, ganhamos duas vezes, pois conseguimos antecipar junto aos nossos servidores algum tipo de doença mental, trabalhando a prevenção. Já em relação ao trabalho, conseguimos pautar as principais demandas das Unidades para darmos resoluções importantes”, fala. 

Setembro Amarelo

Para o agente analista em execução penal - psicólogo, Rodrigo Monteiro de Oliveira, que realizou palestra em alusão ao Setembro Amarelo, a abordagem desse tema no contexto do Sistema Penal é essencial na prevenção e no cuidado com os servidores. “Precisamos trabalhar a saúde mental com os servidores, sobretudo com os gestores que podem identificar as pessoas adoecidas no trabalho e incentivá-las a procurar ajuda, quer seja na própria Seciju, que tem à disposição uma equipe de multiprofissionais, ou em órgãos competentes”, estimula.

 

Edição: Shara Rezende/Governo do Tocantins

Revisão Textual: Shara Rezende/Governo do Tocantins

Durante a reunião foi abordado o tema saúde mental dos servidores em alusão ao Setembro Amarelo - Márcia Rosa/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up