Custodiados da Unidade Penal de Formoso do Araguaia reformam mobiliários de Escola do município

A ação faz parte do Programa Reeduca Tocantins que visa a ampliação das vagas de trabalho à pessoa privada de liberdade na revitalização de escolas
por Marcos Miranda/Governo do Tocantins
-
Com o trabalho de reformas, os custodiados estão contribuindo para melhorias nas escolas. - Foto: Divulgação Seciju/Governo do Tocantins

“Eu acho muito bom poder reformar as escolas e fazer esse bem para as crianças”, disse o custodiado E.S. da Unidade Penal de Formoso do Araguaia que trabalhou na reforma do mobiliário da Escola Municipal Dalci Barros Milhomem, por meio do Programa Reeduca Tocantins que visa a ampliação das vagas de trabalho à pessoa em cumprimento de pena privativa de liberdade, utilizando a mão de obra prisional na revitalização de escolas.

De acordo com o chefe da Unidade Penal de Formoso do Araguaia, Miller Azevedo, os custodiados que participam de ações como esta têm uma grande mudança comportamental. “É incrível a satisfação deles em promover esse retorno social. Eles ficam felizes em participar e sempre pedem para estar presentes nas próximas ações”, disse. 

A diretora da escola, Domingas Teles, agradeceu a parceria e torce pela continuidade. “Essa parceira da gestão da Unidade Penal com a Secretaria Municipal de Educação de Formoso do Araguaia, tem contribuído muito no que diz respeito à reforma dos mobiliários, pois nos ajuda a oferecer melhor condições para o nosso alunado. Desde já em nome da Equipe da escola Municipal Dalci Barros Milhomens, deixo os agradecimentos ao chefe da Unidade Penal de Formoso do Araguaia, o Sr. Miller Paulo de Azevedo, que tão prontamente, junto com os custodiados têm prestado um trabalho de qualidade”, concluiu.

Em função do trabalho realizado, os participantes da atividade que estão em situação privativa de liberdade obtiveram remição da pena e durante toda a execução, os presos seguiram os protocolos de segurança contra a Covid-19.

 

 

Edição: Shara Rezende/Governo do Tocantins

Revisão Textual: Shara Rezende/Governo do Tocantins

keyboard_arrow_up