Fiscais de saneamento da ATR fazem inspeções in loco no município de Araguaína

As inspeções ocorreram em atendimento a denúncias nesta última quinta-feira e sexta-feira, 26 e 27
por Ravena Santiago/Governo do Tocantins
-
Inspeção sobre falta de água no bairro Araguaína Sul - Foto: ATR/Governo do Tocantins

Em atendimento a denúncias, fiscais de saneamento da Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR), estiveram no município de Araguaína nesta última quinta-feira e sexta-feira, 26 e 27, para inspeção e apuração dos fatos contra a concessionária BRK Ambiental/Saneatins. 

Devido a relatos de falta de água no bairro Araguaína Sul, a equipe da ATR constatou que houve o rompimento de um cano. “Observamos que as suspensões ocasionais ocorreram em função de ordem técnica de recuperação em rompimento de adutora, o que levou ao desabastecimento pontual de água”.  Explica o gerente de Fiscalização de Saneamento, Robson Araújo. 

“Interessante observar, que em todos os casos das denúncias, foi apurado que as residências dos moradores reclamantes não possuíam reservatórios internos nas instalações residenciais”. Enfatizou Robson Araújo. “Foi recomendada aos moradores a implantação imediata de caixa d’água”, complementa o gerente. 

A instalação de caixa d’água nas residências é de extrema importância para reduzir a pressão da rede pública, uma vez que evita o rompimento das conexões, vazamento em torneiras, caixas de descargas e ajudar a manter abastecida a residência nos casos de interrupção no fornecimento de água, além de ajudar também a reduzir o consumo. A Norma Técnica NBR 5626 que define os requisitos de projeto, execução e manutenção das instalações hidráulicas prediais de água, determina que deve ser instalado um reservatório compatível com a quantidade de moradores da unidade. 

Outra reclamação muito comum é em relação à inclusão do usuário no Programa Tarifa Social, que é um desconto na conta de água e esgoto criado pelo Governo do Tocantins para as famílias de baixa renda. Caso o cidadão atenda aos critérios, o desconto é de 69%.

A Resolução/ATR nº 007/2017 por meio do artigo 109, estabeleceu critérios para o uso do benefício, onde um deles é o consumo do volume médio mensal de 10 metros cúbicos de água, medida essa, que visa evitar o consumo supérfluo e o desperdício. No caso da denúncia, os fiscais da ATR observaram que o consumo encontrava-se alto, na ordem de 17 metros cúbicos.

Uma das denúncias foi em relação às instalações do Poço Tubular Profundo que abastece o setor Barros da cidade. A denúncia é de que o sistema estaria abandonado e que ações de vandalismo poderiam estar contaminando a água fornecida à população. O poço encontra-se desativado, portanto não há risco de contaminação. Por determinação da Agência Reguladora, foram tomadas medidas de manutenção da área. 

 

Programa Tarifa Social

Para mais informações sobre o benefícioacesse o link: https://www.to.gov.br/atr/programa-tarifa-social/6is4cal7e463.

 

Denuncie

Em caso de denúncias, o consumidor deve entrar em contato primeiramente com a empresa prestadora do serviço que tem a obrigação de solucionar as divergências. Caso isso não ocorra, você deve fazer a solicitação à nossa Ouvidoria por meio do telefone (63) 3218-7618 ou pelo WhatsApp (63) 99991-4493. Também é possível registrar reclamação, denúncia, sugestão ou tirar dúvidas pelo e-mail ouvidoria@atr.to.gov.br

Edição: Ravena Santiago

Revisão Textual:

Moradores que não se enquadram no Programa Tarifa Social - ATR/Governo do Tocantins
Apuração de residências sem reservatórios internos - ATR/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up