Agência Reguladora realiza reunião técnica com órgãos para discutir sobre a revisão tarifária de água e esgoto no Estado

O encontro contou com a presença de órgãos estaduais e municipais
por Ascom ATR/Governo do Tocantins
-
À esquerda, o presidente da ARP, Marcelo de Lima; ao centro, presidente da ATR, Edson Cabral; e à direita, presidente da ARPN, Fabrício Machado - Foto: Ravena Santiago/Governo do Tocantins

A Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR), juntamente com a Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia da Universidade de São Paulo (Fundace/USP), realizou na manhã desta quinta-feira, 19, um encontro com órgãos estaduais e municipais para discutir sobrea revisão tarifária dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, prestados pela Companhia de Saneamento do Tocantins (Saneatins/BRK Ambiental). 

A reunião foi um complemento da Audiência Pública promovida pela Agência Reguladora nessa quarta-feira, 18, que teve como objetivo apresentar detalhes do estudo que vem sendo realizado pela Fundace sobre o tema, como as bases de cálculos que são usadas para definir o valor da tarifa de água e esgoto, levantamento de investimentos necessários para a universalização do saneamento, entre outros.

A Analista Jurídica do Ministério Público do Tocantins (MPTO), Marcella Guedes, presente no evento, falou sobre o papel do órgão e sua importância nesse debate. “O MPTO funciona como um auxílio ao indivíduo, realizando o apoio técnico e jurídico do cidadão para com a empresa responsável pela distribuição de água”, disse.

Segundo o presidente da Agência Reguladora de Porto Nacional (ARPN), Fabrício Machado, foi um debate de extrema importância. “Os estudos realizados pela Fundace trazem muita clareza e transparência em relação, ao que está sendo cobrado de maneira separada por cidade, e ao mesmo tempo trás também, o propósito principal que é unir os municípios do Tocantins”, enfatizou.

“Esses estudos também nos possibilitarão chegar a uma tarifa mais justa e equilibrada nas cidades atendidas pela concessionária, garantindo assim uma prestação de serviços de qualidade e mais investimentos futuros”. Complementa o presidente da ARPN. 

Ainda participaram da reunião, representantes da Agência Reguladora de Palmas (ARP) e do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

 

Consulta Pública

Vale lembrar que, a Consulta Pública continua aberta até o dia 03 de setembro.  As contribuições devem ser enviadas por escrito via formulário disponível no link: https://forms.gle/zaX57paM5gJose1V7 ou encaminhadas à ATR. O procedimento e os documentos referentes ao ato estão dispostos no link: https://www.to.gov.br/atr/consulta-publica-012021/2z8dbewodnut.

Trata-se de um método democrático para construção conjunta de políticas públicas entre governo e sociedade, na qual permite a colaboração direta dos cidadãos, municípios, prestadores de serviços, órgãos de controle e movimentos e organizações da sociedade civil.

Edição: Ravena Santiago

Revisão Textual:

Participaram da reunião representantes da Fundace, ATR, ARP, ARPN, MPTO e Procon - Ravena Santiago/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up