Agência de Regulação reforça a fiscalização e orientações no transporte e terminais rodoviários nesse período de carnaval

O objetivo é garantir mais segurança aos usuários de ônibus e vans, bem como assegurar a boa prestação do serviço de transporte público de passageiros
por Ravena Santiago/Governo do Tocantins
-
Veículo apreendido realizando transporte clandestino no município de Araguatins
Veículo apreendido realizando transporte clandestino no município de Araguatins - Foto: ATR/Governo do Tocantins

Ações de fiscalização do transporte intermunicipal e terminais rodoviários são feitas regularmente em operações volantes pela Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR). O objetivo é garantir mais segurança aos usuários de ônibus e vans, bem como assegurar a boa prestação do serviço de transporte público de passageiros. É verificada a pontualidade na saída e chegada dos veículos aos seus respectivos destinos, regularidade dos itinerários, documentação dos veículos e seus condutores, além do uso de equipamentos de segurança e condições dos veículos.

“Nesse momento de pandemia, estamos sempre averiguando também o cumprimento da Resolução/ATR nº 01, de 24 de Março de 2020, que dispõe sobre medidas de prevenção à Covid-19, no sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de passageiros”, afirmou o gerente de Fiscalização de Transporte e Terminais Rodoviários, coronel Kelsimar Coelho.

O uso de máscara é obrigatório para passageiros, motoristas e funcionários. Veículos e terminais devem garantir o distanciamento social necessário nas filas e área de espera. Álcool em gel 70% deve ser disponibilizado na entrada e na saída dos veículos, que devem passar por limpeza minuciosa e diária com produtos que impeçam a propagação do novo Coronavírus, principalmente nas poltronas, entre outras ações.

Em Palmas a movimentação no terminal rodoviário é de cerca de 1.500 passageiros por dia, porém houve uma queda em comparação com o mesmo período do ano passado por conta da pandemia provocada pelo novo Coronavírus. Em janeiro e fevereiro de 2020 o movimento foi de 68.397 passageiros, enquanto este ano, de janeiro até o dia 10 de fevereiro, o balanço foi de 31.742 usuários.

Outro foco das operações é o combate ao transporte clandestino de passageiros, que representa um risco à população. A ATR orienta à comunidade a apenas viajar em veículos autorizados, o que pode ser facilmente identificado pelos usuários, uma vez que os veículos possuem um adesivo na lateral dos informando o número de autorização do Transporte Público Alternativo (TPA) para vans, e Transporte Público Convencional (TPC) para ônibus.

Em ações na região norte e central do Estado, a fiscalização do transporte apreendeu neste mês quatro veículos realizando o transporte irregular de passageiros, três na região norte e um na região central. “Em destaque a situação do veiculo apreendido na região central, em ação conjunta entre ATR e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que além de ser atuado pela pratica de transporte clandestino, o mesmo foi autuado pela PRF por excesso de passageiros; transportar criança sem acento adequado; pneus carecas e documentação (CLRV) vencido desde 2017”, destacou o fiscal da ATR, Daniel de Morais.

O coronel Kelsimar Coelho, ainda ressaltou que o usuário pode colaborar, denunciando sempre que constatar algo irregular. “Se houver aglomeração nas filas dos ônibus, por exemplo, o usuário pode e deve denunciar para que possamos tomar as providências cabíveis”, explicou.

 

Denuncie

Por meio da Ouvidoria Geral do Estado, no WhatsApp (63) 99246-6834 ou por meio do site www.falabr.cgu.gov.br. Também é possível registrar reclamação, denúncia, sugestão ou tirar dúvidas pessoalmente na sede da ATR em Palmas ou por meio do e-mail ouvidoria@atr.to.gov.br.

Operação da ATR com apoio da Polícia Rodoviária Federal - ATR/Governo do Tocantins
Movimento do terminal rodoviário de Palmas - ATR/Governo do Tocantins
keyboard_arrow_up