Migração do data center do Instituto de Identificação garante a segurança dos serviços prestados aos cidadãos

Até a finalização dos trabalhos, às 18h desta sexta-feira, 29, todos os serviços de atendimento do Instituto estarão suspensos
por Thaís Ramalho/Governo do Tocantins
-
Migração para o data center da ATI deve, ainda, aprimorar a recuperação de dados em casos de desastres - Foto: Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins file_download

A partir desta quinta-feira, 28, às 8h, a Agência de Tecnologia da Informação (ATI) inicia o processo de migração do data center do Instituto de Identificação do Tocantins a fim de aprimorar a interoperabilidade e garantir a segurança dos serviços disponibilizados aos cidadãos.

Até a finalização dos trabalhos, às 18h desta sexta-feira, 29, todos os serviços de atendimento no Instituto estarão suspensos e o sistema poderá apresentar instabilidades. 

O superintendente de Infraestrutura e Serviços de Tecnologia da Informação, Augusto Ayres, afirma que a migração deve aprimorar, ainda, a recuperação de dados em casos de desastres. “A equipe de infraestrutura tem dado continuidade à migração da estrutura de TI dos órgãos do Governo para o data center da ATI. Esse processo garante mais segurança dos serviços que são disponibilizados aos cidadãos”, destaca.

Conforme o diretor de Infraestruturas da ATI, Tairone Barbosa, o processo de migração utilizará as melhores práticas de gerenciamento de projetos. “Fizemos um planejamento detalhado, juntamente com a equipe técnica do Instituto, a fim de mitigar os riscos que envolvem uma migração desse porte. A massa de dados do órgão é pesada e envolve informações pessoais da população que, conforme a LGPD, devem ser tratadas com as medidas de segurança condizentes com a importância das informações ali armazenadas”, ressalta. 

keyboard_arrow_up