Agência de Tecnologia da Informação está preparada para construir o Plano Anual de Contratações de Tecnologia da Informação

Agência tem apostado em ações estratégicas para garantir a assertividade dos investimentos em TI
por ATI/Governo do Tocantins
-
Foto 01.jpeg
Diretoria de Gestão de Contratos está realizando o levantamento das possíveis demandas de aquisições de bens e serviços de TI - Foto: ATI/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), tem apostado, cada dia, em ações estratégicas e eficientes de forma a tornar assertivos os investimentos em tecnologia da informação em termos de tomada de decisões. Nesse sentido a agência está preparada para iniciar a construção do Plano Anual de Contratações de Tecnologia da Informação do Governo (PAC-TI), que tem o objetivo de embasar as futuras contratações.

É a partir da construção do PAC-TI que as entidades do Governo poderão realizar os seus planejamentos com vistas à aquisição de bens e serviços de TI, já alinhados com a nova Lei de Licitações Brasileira, nº 14.133, de 1º de abril de 2021, que estabelece as normas gerais de licitação e contratação para as administrações públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

O superintendente de Gestão e Governança de Tecnologia da Informação, Alírio Felix Martins, ressalta as vantagens da elaboração do PAC-TI. “Incentiva a cultura do planejamento, melhora a gestão das contratações e a tomada de decisões, minimizando o desperdício de recursos financeiros e maximizando os resultados institucionais e a nível de Governo. Além disso, o PAC é um instrumento de governança e transparência na gestão pública”, destaca.

Levantamento

Por meio de ofícios enviados às pastas, com o intuito de obter retorno até maio deste ano, a Diretoria de Gestão de Contratos está realizando o levantamento das possíveis demandas de aquisições de bens e serviços de TI (telefonia fixa e móvel, link de dados, outsourcing de impressão, suporte e manutenção de equipamentos e suporte e licenciamento de softwares), dos órgãos do Governo.

“O intuito é que esse levantamento fomente o PAC-TI em um documento que consolida todas as compras e contratações que o órgão ou entidade pretende realizar ou prorrogar no ano seguinte e contemple bens, serviços, obras e soluções de TI”, garante a diretora de Gestão de Contratos, Michelly Ribeiro Gomes.

Plano de Transformação Digital

A iniciativa está alinhada com o Plano de Transformação Digital do Tocantins, que é baseado em três diretrizes estratégicas:

Diretriz 1- Eficiência da máquina pública: modernização da Gestão Pública pela modernização do seu ferramental de suporte e das suas práticas administrativas.

Diretriz 2- Inovação, educação e sustentabilidade social: desenvolvimento social pela ampliação e democratização da oferta de serviços públicos por intermédio da utilização intensiva dos meios digitais, concomitantemente com instrumentos de aferição contínua da qualidade e satisfação, utilizando múltiplos canais automatizados e dotados de inteligência.

Diretriz 3- Solidez fiscal: ajuste Fiscal pela automação contínua de procedimentos operacionais de rotina e produção e estruturação de informações para tomada de decisões assertivas e fundamentadas.

Entenda

Por meio da Diretoria de Gestão de Contratos foi criado o Plano de Gestão de Contratos de TI que possibilitou analisar os dados reunidos dos processos, que foram levantados junto às entidades do Governo, com o objetivo de excluir duplicidades, processos encerrados ou que suas finalidades não correspondessem às atribuições da ATI. Após essa higienização dos dados, passou-se a trabalhar com 175 processos de TI.

keyboard_arrow_up