Técnicos da Agência de Metrologia são capacitados para novo modelo de processo de fiscalização digital

Curso está sendo ministrado pelo Inmetro e visa preparar os profissionais do órgão para a migração do físico para o digital
por Cejane Borges/Governo do Tocantins
-
O processo de fiscalização digital trará mais agilidade na execução do trabalho - Foto: Brenda Ramos/Governo do Tocantins file_download

É meta da Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia do Estado do Tocantins (AEM-TO) mudar a sistematização do trabalho no que tange aos procedimentos de instrução dos processos de fiscalização metrológica. A partir de setembro deste ano, todos os novos processos serão iniciados diretamente no Sistema de Gestão Integrada (SGI) do  Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), apenas no formato digital.

“Economia, praticidade e celeridade em todo o trâmite processual é o nosso objetivo com a mudança do sistema”, aponta Rérison Castro, presidente da Agência de Metrologia. Além disso, a migração significa, também, a modernização de toda a sistemática do trabalho realizado na Metrologia Estadual. “Com o novo formato, as áreas técnicas de fiscalização e o setor jurídico irão caminhar juntas na organização e na finalização do processo. Isso significa um ganho de tempo na execução e a inserção da AEM nos padrões processuais do Inmetro”, reforça o gestor.

Vale ressaltar que além da economia gerada com a redução de impressões de papel, o meio ambiente agradece com a diminuição de poluentes.

Qualificação e equipe preparada para novos modelos de atuação

De 24 de agosto a 03 de setembro, todos os profissionais do setor jurídico da Agência de Metrologia e das áreas técnicas de Pesos e Medidas, Instrumentos e Qualidade – Avaliação da Conformidade passarão por capacitação profissional para o novo modelo de procedimento de processo fiscalizatório.

A qualificação é toda ministrada e organizada pelo Inmetro e acontece no formato online. Durante as aulas, são repassadas as informações teóricas e simuladas as situações práticas.

Modernização a custo quase zero 

Como profissional do setor jurídico, o advogado Rérison Castro tem a ciência da necessidade de migração do sistema físico para o digital. E sabe que da importância de acompanhar as mudanças tecnológicas, proporcionar melhoria na qualidade do trabalho aos profissionais da Agência de Metrologia e agilidade dos procedimentos aos usuários dos serviços da pasta. “Para isso, nós buscamos alternativas e os investimentos serão mínimos - apenas em equipamentos de scanners para inserção de documentos no SGI e na capacitação da equipe, que contamos com o Inmetro. Assim, damos um passo ao futuro da AEM, com trabalho e gastos mínimos”, informa o presidente da pasta.

 

Equipe da área técnica de Qualidade em capacitação sobre o novo sistema de trabalho - Brenda Ramos/Governo do Tocantins file_download
Advogada Diene acredita que a migração do papel para o digital irá contribuir com o desenvolvimento das ações na pasta - Brenda Ramos/Governo do Tocantins file_download
Os funcionários do setor jurídico estão acompanhando a capacitação de toda a área técnica da Metrologia - Brenda Ramos/Governo do Tocantins file_download
keyboard_arrow_up