Suspensão dos pagamentos de financiamentos do Fungetur beneficia empresários do turismo no Tocantins

Adetuc também comemora anúncio do Ministério do Turismo de ampliação dos valores ofertados.
por Seleucia Fontes / Governo do Tocantins
-
Guia do Fungetur está disponível no site da Adetuc - Henrique Lopes - Governo do Tocantins.jpg

Os empresários tocantinenses que acessaram financiamento de recursos por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) poderão estender em até oito meses o pagamento das prestações. A suspensão dos pagamentos foi autorizada pelo Ministério do Turismo (MTur), que também ampliou pelo mesmo período as carências para início da quitação da amortização dos valores contratados. A medida concede um fôlego aos empreendedores que atuam neste que é um dos setores mais impactados pela pandemia de Covid-19.

O MTur anunciou, ainda, a ampliação dos valores ofertados, passando de R$ 10 milhões para R$ 50 milhões, para obras de ampliação, modernização e reformas de empreendimentos turísticos, bem como capital de giro associado. Já o crédito disponibilizado para aquisição de bens passou de R$ 10 milhões para R$ 30 milhões.

Os recursos do Fungetur podem ser assegurados somente por meio de instituições financeiras credenciadas. No Tocantins, a Agência de Fomento do Estado do Tocantins oferece crédito para micro, pequenas, médias empresas nas três linhas oferecidas pelo Fundo (capital de giro, projetos e financiamento de bens), além de trabalhar com microempreendedores individuais.

“Os prazos previamente estabelecidos visavam que este cenário de crise estaria controlado já no início de 2021, o que não ocorreu. Por isso, o anúncio do Ministério do Turismo é muito bem-vindo, pois dará maior prazo de recuperação econômica aos empreendedores do setor”, comemora o presidente daAgência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano, que ressalta o trabalho em parceria com a Fomento e a dedicação do governador Mauro Carlesse em atender as demandas dos empresários. 

“A suspensão dos pagamentos dos contratos do Fungetur foi uma demanda levantada há alguns meses pelas entidades do trade. No Tocantins, a Abav-TO iniciou em fevereiro essa tratativa junto à Adetuc, com o presidente Jairo Mariano”, explica Marcelo Perim, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem do Estado do Tocantins no Estado e também do Conselho Empresarial de Turismo do Tocantins (Cetur). “As dificuldades que o setor enfrenta ainda são grandes, e essa ação sem dúvida nenhuma será de grande ajudar aos empresários”, completa.

keyboard_arrow_up