Defesa Agropecuária do Tocantins é convidada a fazer parte do projeto-piloto para integração de controle de trânsito animal

Com a troca de dados, os estados terão mais garantia e confiabilidade nas informações, além da rastreabilidade dos animais
por Dinalva Martins-Governo do Tocantins
-
Mateus Soares-Governo do Tocantins.jpg (10).jpg

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) participará do projeto-piloto executado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em parceria com a Confederação Nacional da Agricultura – CNA, que visa a integração de sistemas na Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) entre os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e o Tocantins. 

Sendo assim, a partir de 18 de outubro, a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), para movimentação de bovinos e bubalinos, está condicionada a confirmação de  cadastro do destino, para qualquer finalidade nestes estados citados. “A integração vai garantir a segurança dos dados e a rastreabilidade dos animais, e nos casos em que não for possível identificar as informações do destinatário o produtor deverá entrar em contato e pedir a ele que atualize o cadastro no escritório responsável pela propriedade rural ” disse o responsável pela Tecnologia da Informação da Adapec, João Filho Borges Leite.

Para o presidente da Adapec, Paulo Lima, é uma grande honra participar do projeto, uma vez que a Agência tem um Sistema Informatizado de Defesa Agropecuária (Sidato), desde 2007. “O convite assegura a confiabilidade e segurança que nosso sistema oferece, bem como atenderá requisitos e será um grande passo em direção a retirada da vacinação contra a febre aftosa”, disse.

PGA
De acordo com as informações do Mapa, é uma Plataforma pública informatizada de integração de sistemas, com objetivo de melhorar a qualidade e o acesso às informações para toda a sociedade agropecuária. Além de uniformizar e informatizar os processos de trabalho relacionados ao setor agropecuário.

 

keyboard_arrow_up