Adapec promove ações de controle da raiva dos herbívoros em quatro municípios do Tocantins

As equipes atuam de forma contínua para prevenção e controle da raiva dos herbívoros
por Dinalva Martins-Governo do Tocantins
-
João Amorim-Governo do Tocantins (2).jpg

As ações de controle da raiva dos herbívoros (bovinos, equídeos, ovinos e caprinos) das equipes da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) não param e desta vez iniciaram no dia 6 de outubro nos municípios de Porto nacional, Monte do Carmo, Silvanópolis e Natividade, e devem ser encerradas no próximo dia 13. No primeiro semestre deste ano foram realizadas 267 visitas técnicas em todo o Estado, neste período foram registrados 17 focos da doença em herbívoros.

Os profissionais estão atendendo as demandas dos produtores rurais, prestando orientações, monitorando e cadastrando abrigos de morcegos hematófagos da espécie Desmodus Rotundus, principal transmissor da doença na zona rural, bem como capturando a espécie para controle populacional. “Em Natividade fizemos o atendimento de dois focos de raiva bovina, depois o controle estratégico dos morcegos hematófagos onde foram capturados 130 e tratados com a pasta vampiricida, destes, quatro serão enviados ao laboratório averiguar se há presença do vírus da raiva”, explicou o inspetor de defesa agropecuária da Adapec, João Amorim Neto.

Na oportunidade, os técnicos reforçaram a importância da vacinação antirrábica dos herbívoros para prevenção da enfermidade, que pode ser transmitida ao homem. Além disso, enfatizaram sobre a importância da notificação por parte do produtor rural à Adapec de novas espoliações e de casos suspeitos da raiva. Não existem relatos de espoliações em humanos na região dos focos, mesmo assim a Secretaria Estadual da Saúde é informada das ações. 

A Agência alerta que, o produtor deve evitar o contato direto com animais que apresentam sintomatologia nervosa. Qualquer dúvida, o interessado poderá entrar em contato com o escritório mais próximo ou por meio do Disque Defesa no 0800 063 11 22.

Sintomas

O animal infectado pelo vírus da raiva apresenta alguns sintomas como: isolamento do restante do rebanho, apatia, perda de apetite, salivação abundante e dificuldade para engolir. Com a evolução da doença, tem movimentos desordenados, tremores musculares, ranger de dentes, decúbito lateral e morte.
 

 



Atualizada em: 11/10/21 às 18h52 

 

keyboard_arrow_up