Adapec com o apoio da PRF apreende 1,5 tonelada de pescado clandestino

O pescado não pode ser reaproveitado por ter sido considerado impróprio para o consumo
por Dinalva Martins-Governo do Tocantins
-
Ricardo Matarazzo-Governo do Tocantins.jpg

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), por meio da Divisão Especializada no Combate a Clandestinos (DECC), com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu cerca de 1,5 tonelada de Pescada Branca (espécie de peixes de água salgada) impróprios para o consumo, na manhã deste sábado,2, no Posto Fiscal da PRF de Gurupi. Devido às irregularidades, a empresa de transporte e turismo foi multada no valor de R$ 4.500 e o pescado destruído no aterro sanitário do município.

Segundo o responsável pela DECC da Adapec, Ricardo Matarazzo, a PRF acionou a Agência após abordagem em um ônibus de turismo com origem de Belém-PA e destino a São Paulo-SP, onde foi verificada a existência de pescado desacompanhado da nota fiscal. “Constatamos no local que, além de estar sem o documento fiscal, o pescado havia sido manipulado em estabelecimento sem serviço de inspeção oficial, sendo assim, fere as legislações estadual e federal, bem como coloca em risco à saúde da população, já que é um alimento altamente perecível e nas condições encontradas não poderia ser consumido”, afirma.

Vale lembrar que, a Adapec tem priorizado o combate de produtos de origem animal ilegais. Além disso, disponibiliza um canal direto com a população pelo WhatsApp 0800 063 11 22 para receber denúncias e demais informações.

keyboard_arrow_up