Adapec apreende quatro toneladas de pescado clandestino na barreira fixa de Talismã

O material deve de ser descartado no aterro sanitário por ser considerado impróprio para o consumo
por Dinalva Martins-Governo do Tocantins
-
Adapec-Governo do Tocantins (78).jpeg

O posto fiscal da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), localizada no município de Talismã, especificamente na divisa do estado do Tocantins com estado de Goiás, apreendeu cerca de quatro toneladas de pescado impróprios para o consumo na tarde de sexta-feira, 4.   A carga irregular vinha de Carutapera-MA com destino a São Paulo. Por descumprimento a legislação de produtos de origem animal, o proprietário foi autuado em R$ 4.500 e os produtos inutilizados no aterro sanitário de Gurupi.

Os fiscais ao conferirem a documentação e a carga observaram que se tratava de pescado do mar processado em local sem serviço de inspeção oficial. A legislação proíbe o trânsito e a comercialização de produtos de origem animal sem certificação, pois prioriza a garantia da qualidade do produto e a segurança alimentar. “A carga apresentava real risco a saúde do consumidor, por isso não foi possível fazer doação”, relatou o inspetor responsável pela Divisão Especializada no Combate a Clandestinos (DECC) da Agência, Ricardo Matarazzo.

Participaram também da ação, a equipe da barreira volante de Formoso do Araguaia. 

keyboard_arrow_up